Oi, o que você está procurando?

Imunização contra a Covid

Vacinas de Oxford chegam a Araçatuba nesta terça-feira

Estado enviou 8,5 mil doses para o Departamento Regional de Saúde, que fará a distribuição para as cidades da região; em Araçatuba, ficarão 2,8 mil doses

Foto: Heudes Regis/Governo de Pernambuco/Divulgação

O Departamento Regional de Saúde de Araçatuba (DRS II) recebe, na manhã desta terça-feira (26), 8,5 mil doses da vacina da Fundaçao Oswaldo Cruz (Fiocruz) (Oxford/AstraZeneca) contra a Covid-19. As doses serão distribuídas aos 40 municípios da região.

O caminhão carregado com as doses da vacina saiu de São Paulo às 14h dessa segunda-feira (25), escoltado por policiais militares do 3º Batalhão de Polícia de Choque, com destino a Bauru e Araçatuba. Eles pernoitaram em Bauru e saíram de lá nesta manhã com destino a Araçatuba.

A entrega das doses será feita diretamente ao Grupo de Vigilância Epidemiológica de Araçatuba, que fica na Rua Oscar Rodrigues Alves, Vila Mendonça. Das 8,5 mil doses destinadas à região, Araçatuba ficcará com 2,8 mil.

A escola para as demais cidades da região será realizada por policiais militares dos batalhões territoriais pertencentes ao CPI-10.

As novas doses da vacina da Fiocruz foram viabilizadas pelo PNI (Programa Nacional de Imunizações), do Ministério da Saúde. Assim como nas grades anteriores, a divisão regionalizada é baseada no quantitativo proporcional de vacinas previsto para São Paulo conforme o PNI. Ao todo, foram distribuídas 501 mil doses para diferentes regiões do Estado, entre essa segunda (25) e terça-feira (26).

Público-alvo

Neste primeiro momento, profissionais de saúde, idosos com mais de 60 anos e pessoas com deficiência com mais de 18 anos vivendo em instituições de longa permanência, indígenas aldeados e quilombolas receberão as doses, com o apoio de equipes da atenção primária do SUS, segundo as estratégias adequadas ao cenário local.  A inclusão de novos grupos populacionais será norteada pelo PNI (Programa Nacional de Imunizações), do Ministério da Saúde.

O Governo de São Paulo determinou a inclusão dos quilombolas entre os grupos prioritários da primeira fase do Plano Estadual de Imunização (PEI), do Governo do Estado de São Paulo. Este público não estava previsto pelo PNI para a etapa inicial da campanha.

A campanha de imunização contra a COVID-19 em São Paulo é desenvolvida segundo a disponibilidade das remessas do órgão federal. À medida que o Ministério da Saúde viabilizar mais doses, as novas etapas do cronograma e públicos-alvo da campanha de vacinação contra a COVID-19 serão divulgadas pelo Estado.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
ANUNCIANTE
31