Oi, o que você está procurando?

POLÍTICA

Vereador denuncia falta de testes preventivos de covid-19 em profissionais de saúde de Araçatuba

Zanatta quer saber como está sendo avaliada as condições de saúde dos trabalhadores da rede municipal - Foto: Angelo Cardoso/Câmara Municipal

O vereador Lucas Zanatta (PV) denunciou, durante a sessão ordinária desta segunda-feira (8) da Câmara de Araçatuba, a falta de exames preventivos de covid-19 nos profissionais da rede municipal de saúde. O parlamentar afirmou que eles estão sendo avaliados somente após apresentarem os sintomas da doença e podem se tornar propagadores do vírus com a falta de testes.

Em razão disso, Zanatta apresentou requerimento, que foi aprovado pelo Plenário, questionando a Prefeitura como está sendo avaliada as condições de saúde dos profissionais que atuam na área de saúde e se está sendo realizada a testagem para a covid-19 destes funcionários.

O questionamento foi feito após o parlamentar receber a informação de que seis agentes de endemias estão infectados pelo novo coronavírus e, segundo o vereador, alguns profissionais que atuam no serviço público municipal de saúde só estão sendo testados para covid-19 após apresentarem os sintomas da doença. “Isso está causando tensão entre eles, que pediram a nossa ajuda”, disse.

PROTOCOLOS

O parlamentar quer saber como a Secretaria Municipal de Saúde está averiguando as condições de saúde dos profissionais que atuam na área e quantos estão comprovadamente contaminados pelo coronavírus. Ele quer saber, ainda, quantos estão sintomáticos respiratórios e quais os protocolos adotados no caso em que um profissional de saúde apresenta os sintomas da covid para evitar que ele não seja um propagador da doença entre a população.

Zanatta também pergunta, em seu requerimento, quantos testes para averiguação de coronavírus foram feitos em médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, dentistas, agentes de endemias, entre outros profissionais da área, e se há previsão para a testagem de todos os profissionais.

O requerimento foi assinado também pelo vereador Denilson Pichitelli (PSL), que preside o Sisema (Sindicato dos Servidores Municipais de Araçatuba) e disse ter recebido informações de que está crescendo o número de infectados entre os funcionários da saúde. O parlamentar afirmou, ainda, que servidores denunciaram que recebem apenas duas máscaras de proteção por dia para trabalhar.

UBS

Pichitelli também afirmou que os agentes de endemias foram realocados para as UBSs para trabalhar nas áreas próximas a essas unidades, mas que isso não vem ocorrendo. “Vai ser importante a vinda da secretária de saúde para esclarecer isso também, porque os agentes saem em uma perua e vão trabalhar em locais distantes das unidades para onde foram levados”, afirmou.

A secretária municipal de Saúde, Carmem Guariente foi convocada pela Câmara na sessão desta segunda para prestar esclarecimentos sobre as ações do município no enfrentamento da pandemia. A previsão é que ela compareça ao Legislativo na sessão do dia 29 de junho.

CLAREZA

O líder do governo na Câmara, vereador Dr. Jaime (PSDB), disse considerar importante que a informação venha com clareza para evitar qualquer tipo de comentário, desestímulo e preocupação da população. “Quando saio de casa, fico preocupado com a contaminação, imagina o pessoal que está lidando diretamente com isso”, pontuou.

Segundo ele, algumas questões que precisam ser discutidas para melhorar a proteção ao pessoal de frente da saúde.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!