Oi, o que você está procurando?

INFRAESTRUTURA

Prefeitura de Araçatuba inicia benfeitorias no bairro Pinheiros

Município deu início à quarta fase de instalação de galerias no bairro - Foto: Luis Fernando G. P. dos Santos

Em visita ao ponto inicial da implantação de galerias de águas pluviais no bairro Pinheiros, na tarde dessa segunda-feira (15), o prefeito Dilador Borges anunciou o início das obras que precedem a pavimentação asfáltica das ruas.

A obra irá melhorar a captação de águas da chuva, com novas tubulações somadas às já existentes, aumentando a capacidade de fluxo, e novos pontos de captação a serem construídos nas ruas que futuramente serão pavimentadas, segundo informou o engenheiro Fernando Boaretto, da empresa Dias Araçatuba Construções e Logística Ltda.

Boaretto explica que serão cerca de 1.700 metros de tubulação de 1,5 m de diâmetro em duas vias, entre novas instaladas e aproveitamento das já existentes, estrutura que começa a ser construída no ponto a desaguar no Ribeirão Baguaçu, com ligação a dissipadores na rua Norberto Pagan, linha dupla diagonal de mais de 90 m até a rua Álvaro Giordano.

Desta primeira ligação, segue pela rua Álvaro Giordano até a Buritis, na qual se estenderá com outras ligações nos cruzamentos com as ruas Benedita de Godoy e Fortunata Belisário Spessoto. Estas também receberão tubulações e novos pontos de captação (bocas de lobo), em suas extensões e cruzamentos com a rua Sargento Antonio Alves. Novas captações também serão construídas na rua Luiz Pedro Rosseto.

A ordem de serviço foi emitida em maio deste ano, investimento de R$ 1.017.237,48, provenientes de recurso do município e do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos). Esta é a quarta fase de instalação de galerias na Zona Leste.

O prefeito Dilador Borges lembra que R$ 948.431,59 são do Fehidro e a contrapartida do município é de  R$ 49.917,44.  “A instalação destas galerias elevará a qualidade de vida dos moradores, além de valorizar ainda mais os imóveis. Esta obra é a de número cem desta gestão, teve um deságio de 10% de seu valor inicial, dinheiro que vai ser usado para outras obras. Sempre que economizamos, podemos fazer mais obras”, disse Dilador.

Tadeu Consoni recorda que a administração já havia investido cerca de R$ 20 milhões em instalação de galerias.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!