Oi, o que você está procurando?

pandemia

“Flexibilização do comércio depende da população, que deve fazer o isolamento social”, diz prefeito de Birigui

Salmeirão: “Peço a ajuda dos moradores de Birigui. Já conseguimos chegar nos 50% de isolamento. Vamos atingir esse índice novamente e conquistar a autorização do governo estadual para flexibilizar o nosso comércio", disse

O prefeito de Birigui, Cristiano Salmeirão (PTB), disse que a flexibilização para a reabertura do comércio depende, agora, da população. Isso porque o governo estadual estuda reabrir a economia e adotar medidas de relaxamento da quarentena de combate ao coronavírus em municípios que respeitarem o isolamento social.

Municípios que atingirem índice acima de 50% de isolamento social poderão fazer flexibilização e retomar com sua economia. Já as cidades abaixo de 50% de isolamento não poderão flexilizar.

“O governador João Doria (PSDB) disse que as propostas dos setores produtivos para a reabertura gradual de comércios e serviços não essenciais serão submetidas à análise do Centro de Contingência do coronavírus de São Paulo. Ele reforçou a manutenção permanente do diálogo com os setores produtivos e empresariais”, explicou o prefeito de Birigui.

Salmeirão frisou que até o dia 10 de maio não haverá nenhuma alteração na quarentena. Os critérios daquilo que virá a partir do dia 11 serão diferenciados e de acordo com dados epidemiológicos apurados em cada cidade e pelas regiões do estado.

“Birigui chegou a atingir 59% de isolamento social no dia 10 de abril. Depois atingiu índice de 57% no dia 3 de maio. Agora está com 47%. Autoridades de saúde apontam um índice de 70% como ideal para frear o avanço do coronavírus. Temos que unir forças para ultrapassar o índice de 50%”, frisou o prefeito.

GRADATIVA

A meta do governo estadual é evitar que a reabertura desordenada do comércio provoque uma disparada no número de casos e de mortes em decorrência da Covid-19. A avaliação das autoridades estaduais é que, além da perda de vidas, o prejuízo econômico será muito maior se a retomada levar a uma quarentena ainda mais rígida nos próximos meses.

“A abertura do comércio deverá ser gradativa. Quem sair de casa não deve levar familiares. A procura pelo comércio e serviços deve ser objetiva, rápida, evitando contato e aglomerações”, falou Salmeirão.

“Peço a ajuda dos moradores de Birigui. Já conseguimos chegar nos 59% de isolamento. Vamos atingir esse índice novamente e conquistar a autorização do governo estadual para flexibilizar o nosso comércio”, completou o prefeito.

A Prefeitura de Birigui conta com apoio da Acib (Associação Comercial e Industrial de Birigui), Sincomércio (Sindicato do Comércio) e do Sinbi (Sindicato da Indústria do Calçado e Vestuário de Birigui) na busca da flexibilização do comércio.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
39