Oi, o que você está procurando?

gravidez

Mulher é presa acusada de atear fogo no carro do ex-namorado

A mulher admitiu ter ateado fogo no carro do ex-namorado e também confirmou que jogou os blocos sobre o telhado da casa do irmão dele

Uma mulher de 29 anos foi presa em flagrante na madrugada deste domingo (30) acusada de atear fogo no carro do ex-namorado e jogar blocos sobre o telhado da casa do irmão dele, no bairro Umuarama, zona leste de Araçatuba. O desentendimento começou depois que a mulher procurou pelo ex para dizer que está gravida dele.

A PM foi acionada para comparecer ao local onde a vítima, um homem de 25 anos, relatou que seu automóvel Gol havia sido incendiado. Os policiais verificaram que o carro apresentava dano provocado por fogo, entre o para-brisa e o motor, e havia sido debelado pelo proprietário.

Ele informou que teve um caso com a acusada e que se desentenderam porque ela disse que está grávida dele, e após este desentendimento ateou fogo no carro, que estava estacionado em frente a sua residência.

A mulher mora em uma casa que faz divisa de fundo com a casa do irmão da vítima. Ela passou a arremessar blocos sobre o telhado da residência de seu irmão, provocando danos. O irmão da vítima, para revidar, jogou os blocos de volta, sendo que um deles acabou acertando o rosto da mulher.

Os policiais encontraram a mulher e ela admitiu ter ateado fogo no carro do ex-namorado e também confirmou que jogou os blocos sobre o telhado da casa do irmão dele, porque teria ficado nervosa após a discussão. Ela foi levada ao pronto-socorro e depois à delegacia, onde foi autuada em flagrante. Ela não pagou fiança estipulada em R$ 4 mil e ficou presa à disposição da Justiça.

Ameaça

Posteriormente uma tia da acusada, uma auxiliar de enfermagem de 63 anos, procurou a polícia para registrar um boletim de ocorrência de ameaça, alegando que o dono do carro incendiado a procurou durante a madrugada dizendo que se não pagarem o conserto do veículo ele irá incendiar os dois carros e tacar fogo nos filhos dela. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!