Oi, o que você está procurando?

Pandemia

Penápolis confirma mais sete mortes por Covid-19

Desde o começo da pandemia, 157 pessoas não resistiram às complicações da doença no município

ALEXANDR GNEZDILOV LIGHT PAINTING/GETTY IMAGES

Sete novos óbitos de pacientes em decorrência da Covid-19, o novo coronavírus, foram registrados em Penápolis, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Conforme o boletim epidemiológico desta quarta-feira (14), 157 pessoas  não resistiram às complicações da doença no município, desde o começo da pandemia.

O óbito de um idoso, de 75 anos, registrado dia 8, foi confirmado. No domingo (11), foram registradas as mortes de uma mulher, de 66, e de um homem, de 79. Na segunda (12), as vítimas foram uma idosa, de 83, e um homem, de 47. Na terça (13), uma mulher, de 67, e um rapaz, de 33, faleceram. Segue em apuração pela secretaria o óbito de uma mulher, de 72.

Casos

Nas últimas 24 horas, a cidade registrou 52 novos casos positivos da doença, passando de 4.900 para 4.952. Do total, 31 estão internados, 926 em quarentena e 3.838 recuperados. Suspeitos que aguardam resultado dos exames laboratoriais ou a data para a realização do teste rápido são 823. Outros 727 foram descartados por avaliação clínico-epidemiológica e 9.828 tiveram resultado negativo.

Microrregião

Na microrregião, Alto Alegre aumentou os casos positivos da doença de 278 para 285. Vinte e seis estão em isolamento domiciliar, um em tratamento hospitalar, 263 tiveram alta e houve nove mortes. Luiziânia passou de 168 para 170, tendo seis óbitos e 164 que tiveram alta.

Nas demais cidades, não houve alteração nos dados. Avanhandava prossegue com 762. Do total, 693 estão recuperados, 47 em isolamento e 22 mortes. Na penitenciária, 54 pessoas testaram positivo para a doença e já se curaram.

Braúna segue com 399, sendo 368 curados, quatro aguardando resultado dos exames, seis em atendimento hospitalar – dois na Santa Casa local e quatro no Hospital da Unimed, em Birigui – e 13 mortes.

Barbosa está com 311, tendo oito óbitos. Treze permanecem em quarentena, 30 são suspeitos e 288 se recuperaram.

Por fim, Glicério está com 341. Nove seguem monitorados pela secretaria de Saúde, cinco são suspeitos, 324 se curaram e, desde o começo da pandemia, oito pessoas não resistiram às complicações da doença.

Leitos

A ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), destinados ao tratamento dos pacientes infectados ou suspeitos pela Covid-19 na Santa Casa está em 70%. Das dez unidades disponíveis, sete são usadas por três pacientes da cidade, com diagnóstico positivo, além de um de Valparaíso, um de Alto Alegre e dois com outras comorbidades.

Na UTI Geral, sete dos dez estão com usuários, sendo cinco do município – todos confirmados com a doença –, um de Barbosa e um com outra patologia.

Dos 32 de enfermaria usados exclusivamente para o coronavírus, 25 são ocupadas – 78,13% – por 21 da cidade – 20 positivos e um aguardando exame –, além de três de Avanhandava e um de Barbosa.

Já os leitos gerais contam com quatro pacientes de Penápolis, sendo três confirmados com o vírus e um esperando resultado. Os de suporte ventilatório estão disponíveis.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
ANUNCIANTE
22