Oi, o que você está procurando?

INVESTIGAÇÃO

Policia investiga denúncia de estupro contra menina de 10 anos na casa da avó

Na residência moram duas tias da menina e o namorado de uma delas costuma passar o fim de semana na casa

A Polícia Civil vai investigar uma denúncia de estupro que teria acontecido contra uma menina de 10 anos na casa de sua avó, em um condomínio de casas populares na via Aguinaldo Fernando dos Santos, na madrugada deste domingo. O caso foi denunciado pelo pai da criança e o acusado seria o namorado de uma das irmãs dele.

A reportagem apurou que o pai da menina, um auxiliar de serviços gerais de 32 anos, procurou a polícia na noite deste domingo para registrar um boletim de ocorrência. Ele contou que sua filha foi para casa da avó passar o fim de semana. Na residência moram duas tias da menina e o namorado de uma delas costuma passar o fim de semana na casa.

A menina contou ao pai que estava dormindo na sala da residência, no sofá, e no período da madrugada, enquanto todos dormiam, o namorado de sua tia foi até a sala, passou a mão em seus cabelos, depois passou as mãos em suas nádegas e pediu para que ela colocasse a mão no órgão genital dele, bem como a sua boca.

Após a recusa da menina, o homem deu um beijo em sua boca e disse que não era para ela contar nada a ninguém, e foi para o quarto. A menina dormiu e acordou no meio da madrugada, e percebeu que o acusado estava sozinho na cozinha tomando café. Ao ver que a menina havia acordado ele retornou para o quarto. Ainda durante a madrugada a menina diz ter acordado mais uma vez e percebido que o homem estava novamente na cozinha. Desta vez ele bebeu um copo de água e foi para o quarto novamente.

Ainda segundo a menina, o acusado, durante a noite, havia comprado e consumido umas cinco garrafas de cerveja. A menina não contou nada a ninguém, e quando foi embora para a casa de sua mãe contou os fatos. Os pais são separados e a mulher procurou o ex-marido para relatar o que a menina tinha contado.

Ambos foram até a casa da avó da vítima e encontraram o suspeito. Ele negou os fatos e disse que apenas cobriu a menina durante a madrugada. A Delegacia de Defesa da Mulher vai investigar o caso.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
40