Oi, o que você está procurando?

Ensino médico

Mais 21 médicos iniciam Residência Médica na Santa Casa de Araçatuba

Nesta segunda-feira, a Comissão de Residência Médica e a direção do hospital realizaram a aula inaugural da quinta turma do programa de Residência Médica

A Comissão de Residência Médica (Coreme) e a direção da Santa Casa de Araçatuba realizaram, na manhã desta segunda-feira (1º), a aula inaugural da quinta turma do Programa de Residência Médica, modalidade de ensino de pós-graduação lato sensu, sob a forma de cursos de especialização médica.

São 21 médicos aprovados no processo seletivo realizado no final do ano passado que, em períodos que variam de dois a três anos, farão aperfeiçoamento profissional e cientifico progressivo nas especialidades de Clínica Médica, Cirurgia Geral, Ginecologia e Obstetrícia, Ortopedia e Traumatologia, Pediatria e Radiologia e Diagnóstico por Imagem.

A especialidade de Clinica Médica é a que possui o maior número de vagas, 6, seguida de Pediatria e Ginecologia (4), Cirurgia Geral (3) e Ortopedia e Radiologia (2).

A nova turma é composta por médicos dos estados de Goiás, Rondônia, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, e de Araçatuba e várias de regiões paulistas, como por exemplo, Campinas, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto. Um médico formado na Bolívia e uma médica cubana, ambos aprovados pelo Revalida, também integram a turma 2021 da Residência Médica da Santa Casa de Araçatuba.

Durante o curso, os residentes trabalham em média 60 horas por semana na Santa Casa sob coordenação dos médicos supervisores: Anderson Azevedo Dutra (Pediatria Neonatologia e Medicina Intensiva Pediátrica), Rafael Saad (Clínica Médica), Everton Pontes ( Cirurgia Geral), Maria Lucia Marin Cominotti ( Ginecologia e Obstetrícia), Célio Mori e Fabricio Benez ( Ortopedia e Traumatologia), e Mauro Sérgio Benez e Flávio Benez (Radiologia e Diagnóstico por Imagem).

Os cursos estão sob a supervisão da Comissão de Residência Médica (Coreme), coordenada pelo médico Rafael Saad que também coordena a especialidade de Clínica Médica. Saad explica que com essa nova turma, o credenciamento do Programa de Residência Médica da Santa Casa de Araçatuba passa a ser definitivo.

“Em 2017 implantamos, nos anos seguintes estruturamos e aperfeiçoamos, e agora atingimos o status de consolidação das Residências já existentes, algumas das quais já formaram três turmas de especialistas, como é o caso da Clínica Médica, e implantação de novas especialidades. Isso consolida a instituição como um hospital voltado ao ensino”, explica o coordenador da Coreme, Rafael Saad.

Hospital de ensino

Ele informa que a instituição aguarda agora que os Ministério da Educação e Ministério da Saúde credenciem a Santa Casa de Araçatuba à condição de Hospital de Ensino. “Já temos o internato, a graduação e a residência consolidada”, informa Saad.

A direção da Santa Casa representada no evento através do diretor técnico, Giulio Stanco Coscina Neto; o presidente do Conselho de Administração, Cláudio Benício de Castello Branco; a tesoureira Maria Ionice Zucon; e o administrador Mauro Inácio da Silva, considera a Residência Médica, programa implantado em 2017, como importante contribuição para aperfeiçoamento da política de humanização realizada em todo o complexo hospitalar.

Desde o início do enfrentamento ao coronavírus, os médicos da Residência são um importante reforço aos atendimentos prestados pela Santa Casa de Araçatuba. “Tanto pela Clínica Médica quanto pelas demais especialidades”, destaca o coordenador da Coreme.

Com a nova turma, subiu para 56 o total de médicos em especialização na Residência Médica da Santa Casa de Araçatuba.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
40