Oi, o que você está procurando?

em queda

Setorização e integração das vigilâncias reflete em queda nos casos de dengue

Araçatuba teve uma redução de 70% nos casos de dengue em 2020, se comparado ao ano anterior, quando o município registrou 7.879 casos da doença

© Reuters/Paulo Whitaker/Direitos Reservados

Araçatuba teve uma redução de 70% nos casos de dengue em 2020, se comparado ao ano anterior, quando o município registrou 7.879 casos da doença. Entre os fatores que contribuíram para esta queda no índice estão ações que fortaleceram a vigilância em saúde.

Em 2019 Araçatuba teve o segundo pior índice de casos de dengue da história, com 7.879, e no ano passado o índice caiu para 2.360. Conforme a Prefeitura, isso foi resultado de um processo de setorização das ações e integração das vigilâncias sanitária e epidemiológica. Desta forma, estratégias mais assertivas puderam direcionar as ações.

Mesmo com as ações limitadas por medidas segurança em função da pandemia da Covid-19 foi possível reduzir os índices. Neste período o trabalho dos agentes de combate às endemias foi essencial para a conscientização porta a porta. Atualmente, eles podem fazer visitas nos quintas, tomando todas as providências necessárias.

Conforme recomendação da Vigilância Epidemiológica, a forma mais eficaz de prevenir a dengue é eliminar possíveis criadouros para o Aedes aegypti. Qualquer recipiente que possa acumular água é um risco de proliferação de larvas.

Mesmo recipientes pequenos como tampas de garrafas são alvo para proliferação dos mosquitos. Por isso a vigilância da dengue é contínua e diária, os moradores precisam estar atentos, não somente no período de chuvas, mas locais como bebedouros de animais, ralos, vasos de plantas e bandejas de geladeiras, que necessitam de atenção contínua.

Em ano de 2019 o município viveu uma grande epidemia, com 7.879 casos positivos, até novembro de 2020 contabilizou 2.360 casos, isso deve-se ao processo de setorização e integração das vigilâncias, fortalecendo a Vigilância em Saúde.

Este ano os números seguem em queda, sendo que foram registrados até o momento apenas 31 casos da doença, índice bem abaixo da média mensal estimada de 2020 em Araçatuba.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!