Oi, o que você está procurando?

Araçatuba

Casal envolvido em assalto e sequestro de pecuarista é condenado a mais de 25 anos de prisão

Um terceiro envolvido está foragido; vítima apanhou e foi obrigada pelos criminosos a ingerir cachaça com medicamento, em Aracanguá

Imagem Ilustrativa

A Justiça de Araçatuba condenou Suzeane da Conceição dos Santos a pena de 25 anos e 5 meses de prisão e o namorado dela, Anderson Matias Guedes Santos a pena de 35 anos e 2 meses de prisão por roubo, extorsão, associação criminosa armada e receptação.

Ambos participaram de um assalto contra um pecuarista de Santo Antônio do Aracanguá em fevereiro de 2020. Na ocasião, a vítima foi rendida em uma estrada rural, agredida e mantida como refém durante várias horas.

O casal, juntamente com André Custódio do Carmo, que ainda está foragido, roubaram uma caminhonete, cartões bancários, talão de cheque,  aparelho de TV, celular, cerca de 50 quilos de carne e R$ 15,8 mil que foram sacados da conta da vítima.

Investigação da Polícia Civil levou a identificação dos três criminosos. Suzeane, de 23 anos, foi  presa na casa dela, em Birigui, em abril do ano passado, cerca de dois meses após o crime.

Anderson, de 36 anos, foi preso após o assassinato de um homem na zona rural de Birigui, também em meados de abril do ano passado.

De acordo com a sentença do juiz Roberto Soares Leite, proferida nesta quarta-feira (11), os condenados vão cumprir a pena em regime fechado.

O roubo

O pecuarista foi rendido dentro de sua caminhonete em uma estrada de terra perto de uma de suas fazendas. Os três envolvidos simularam problema mecânico em um veículo GM Captiva que estava parado na estrada, perto de uma curva fechada.

Suzeane usava uma peruca e aparentava estar grávida ao lado do carro com o capô levantado. Ao frear para oferecer ajuda, a vítima foi rendida por André e Anderson que estavam com armas de fogo.

A polícia apurou que a Captiva havia sido roubada em São Paulo e que estava com a placa adulterada. O veículo foi abandonado pelos criminosos logo após atolar na estrada rural, que estava enlameada por causa da chuva.

Os bandidos seguiram, então, na caminhonete da vítima que era mantida refém sob a mira de armas.

Agredido, o pecuarista foi obrigado a levar os bandidos até a fazenda. Lá, ele foi ameaçado e teve que entregar o cartão bancário com a senha.

Os criminosos obrigaram a vítima a beber muita cachaça com medicamentos e a deixaram no meio de um canavial entre Guararapes e Rubiácea. Mesmo dopado, o pecuarista conseguiu chegar até a Rodovia Marechal Rondon e pedir ajuda.

Anderson também está sendo processado por homicídio

Durante a prisão de Suzeane, a polícia civil apreendeu duas caminhonetes roubadas e encontrou na casa dela o aparelho de TV roubado da fazenda da vítima. Além disso, ela confessou, informalmente, a participação dos três envolvidos no assalto.

Anderson tem uma casa em Ferraz de Vasconcelos, na grande São Paulo. A polícia constatou que o cartão do pecuarista também foi usado em um posto de combustíveis perto daquela cidade horas após o roubo.

Agora, a polícia tenta localizar o terceiro envolvido no roubo, André Custódio do Carmo, o Andrézinho,  que está com mandado de prisão expedido pela Justiça e também é suspeito de participação em um assalto com retenção da vitima em Guararapes. A polícia investiga a participação do trio em outros assaltos ocorridos na zona rural.

Denúncia 

Informações sobre o paradeiro de André Custódio do Carmo podem ser passada à polícia por meio dos telefones 190 e 197. O denunciante não precisa se identificar.

André Custódio está foragido

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!