Oi, o que você está procurando?

DENÚNCIA

Força Tática prende homem por tráfico no Águas Claras

Acusado disse que havia saído a pouco tempo da penitenciária, que estava desempregado e começou a traficar, vendendo cada “pino” a R$ 10

Policiais militares da Força Tática prenderam um homem em flagrante por tráfico de drogas neste sábado (23) no conjunto habitacional Águas Claras, zona norte de Araçatuba. Na ação foram apreendidos mais 100 pinos contendo cocaína, 700 pinos vazios e dinheiro.

Durante o patrulhamento de Força Tática pelo Águas Claras, motivada por meio do Disque Denúncia, a equipe passava pela rua José Maurício de Souza quando viu um indivíduo que estava em pé na calçada. Ao notar a aproximação da viatura ele caminhou rapidamente e sentou-se no chão.

O homem foi abordado e identificado, sendo alvo de várias denúncias. Durante a busca pessoal, foi localizado em sua posse quatro microtubos com cocaína e R$ 20. Indagado, inicialmente disse ser para seu uso.

No momento da abordagem, os policiais foram acionados via Copom e via 190, que havia chegado uma nova denúncia, confirmando a já existente no disque denúncia. De acordo com as denúncias, os PM foram à casa do denunciado e, no quintal, foi localizado, enterrado num monte de areia, uma sacola contendo três kits fechados com trinta microtubos cada, idênticos aos encontrados na posse do denunciado.

Ainda nesse quintal, sob o tanque, em uma sacola plástica, havia mais um kit, já aberto, contendo 20 microtubos com cocaína. Na mesma sacola foram localizados mais setecentos microtubos vazios, na cor cinza, todos idênticos aos encontrados na posse do denunciado.

Ao ser questionado, ele disse que havia saído a pouco tempo da penitenciária, que estava desempregado e começou a traficar, vendendo cada “pino” a R$ 10. Posteriormente indicou sobre o rack da sua sala a quantia de R$ 170, que seriam provenientes do tráfico.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão em flagrante delito por tráfico de drogas e conduzido à Central de Flagrantes para as providências de Polícia Judiciária, permanecendo preso à disposição da Justiça.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!