Oi, o que você está procurando?

FLAGRANTE

PM apreende drogas, cofre, 15 celulares e R$ 4,2 mil em dinheiro no São José

Uma ação da polícia militar resultou na apreensão de uma adolescente de 16 anos, prisão de um encanador de 32 anos e apreensão de dinheiro, drogas, 15 telefones celulares e até um cofre, em um bar localizado no bairro São José, na noite deste domingo.

Os policiais cabo Glayson e soldado Ravagnani tinham conhecimento de que o local dos fatos, um bar, era conhecido como ponto de venda de drogas, e poderia ter armas de fogo escondidas. Eles faziam patrulhamento pelo local quando viram um verdureiro, 29 anos, comprando drogas do encanador.

 

Eles abordaram este suspeito saindo do local e com ele havia dois pinos de cocaína e duas porções de crack. O homem afirmou que havia adquirido os dois pinos de cocaína em uma praça na rua Fundador Paulino Gato e que as duas porções de crack havia adquirido do encanador, no bar.

Os PMs foram para o local e nos fundos, onde há um terreno baldio, um dos policiais, ao subir no muro, viu o encanador no quintal do bar se desfazendo de um pacote, atrás de um móvel. O militar pulou o muro e abordou o suspeito dentro do bar, escondido atrás do balcão. No interior do mesmo bar estava a adolescente e a companheira do encanador, uma dona de casa de 26 anos.

Os policiais solicitaram para que abrissem o cadeado da grade que fica na porta do bar e dá acesso para a rua, mas não foi atendido. A adolescente, que disse ser companheira do dono do bar, afirmou que ele sai do local e deixa tudo trancado, e que eles estavam lá vendendo drogas. O dono do bar não foi localizado.

Os policiais utilizaram dois cadeados para ter acesso ao interior do bar onde as pessoas estavam trancadas. Nos fundos do bar os policiais encontraram o embrulho que o encanador havia escondido atrás de um móvel, onde havia 26 porções de crack, embrulhadas em papel alumínio e idênticos as duas porções encontradas com o verdureiro.

No interior do bar, em um compartimento, foram encontrados R$ 4,223 em dinheiro, que, segundo a adolescente, era fruto da venda de drogas no local. Também foram localizadas três folhas de cheques do banco Itaú, já preenchidas, 15 aparelhos celulares e um aparelho GPS, que a jovem informou que tais aparelhos pertencem a pessoas que compram drogas e não tem dinheiro para pagar e “penhoram os celulares”.

Dentro desse mesmo bar, havia um cofre, de aproximadamente um metro e meio de altura, o qual estava trancado e não foi possível abrí-lo. A adolescente afirmou que ele pertence a seu convivente e que não tinha as chaves para abrí-lo e nem sabia o que havia no interior do mesmo.

Junto ao dinheiro, havia um rolo de papel alumínio, parcialmente consumido, também apreendido. O encanador, a jovem e a dona de casa afirmaram aos policiais militares que vendiam drogas naquele local para o dono do bar. O verdureiro relatou aos policiais que penhorou o celular da mulher dele para comprar as duas porções de crack. Esse celular também foi apreendido.

Quanto aos demais aparelhos celulares e o GPS apreendidos, não foram localizados os proprietários. Os policiais também não encontraram armas de fogo no local e não sabem informar se havia algum objeto dentro do cofre apreendido. O encanador foi preso em flagrante e a menor apreendida, ambos ficando à disposição da Justiça. A dona de casa foi ouvida e liberada por falta de provas do envolvimento dela com o tráfico.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!