Oi, o que você está procurando?

pandemia

Braúna e Luiziânia registram primeiros casos positivos de coronavírus

ALEXANDR GNEZDILOV LIGHT PAINTING/GETTY IMAGES

Braúna e Luiziânia, cidades que compõem a microrregião de Penápolis, registraram, neste sábado (6), os primeiros casos positivos da Covid-19, o novo coronavírus. Os anúncios foram feitos em boletins divulgados pelas redes sociais pelas prefeituras.

Segundo o que foi apurado, em Luziânia, a idosa – que não teve a idade divulgada – estava internada na Santa Casa, mas já deixou a unidade e segue em isolamento domiciliar. Familiares dela estão sendo monitorados pela secretaria municipal de Saúde e Vigilância Epidemiológica.

O prefeito Ricardo Bertaglia (MDB) usou as redes sociais para reforçar a importância da população em seguir as recomendações dos órgãos de saúde.

“É imprescindível o cumprimento do distanciamento social, com saída somente em casos de extrema necessidade, uso de máscara e higienização das mãos, pois são as melhores formas de evitar a propagação do coronavírus”, disse. Boletim divulgado pelo Executivo registra ainda sete casos suspeitos e 19 descartados.

BRAÚNA

Já em Braúna a mulher, que não teve a idade divulgada, segue em quarentena. A família vem sendo monitorada pelos profissionais de saúde. A Prefeitura vem realizando diversas ações em combate ao vírus. Dentre elas, está a instalação de duas barreiras sanitárias nas entradas do município que dão acesso às r odovias Marechal Rondon (SP-300) e Assis Chateaubriand (SP-425).

O objetivo é monitorar quem entra na cidade e suas condições fisiológicas. Na oportunidade, são parados todos os veículos e profissionais coletam informações dos passageiros, aferição da temperatura corporal e outras averiguações.

De acordo com o Executivo, ao todo, são três equipes realizando o trabalho das 5h30 às 20h, compostas por enfermeiros, técnicos em enfermagem e profissionais da secretaria municipal de Educação, que receberam treinamento para auxiliar nos trabalhos.

Há ainda a orientação aos ocupantes dos veículos sobre a importância do uso de máscara e álcool gel. A expectativa é que outras três barreiras sanitárias sejam criadas no município. Os pontos de fiscalização sanitária funcionarão em caráter excepcional e temporário.

Quem estiver com temperatura corpórea superior a 37,8 graus é encaminhados pela ambulância a Unidade de Saúde, onde foi instalada uma tenda para o atendimento a estes pacientes, que passarão a ser monitorados pelos profissionais.

Além das barreiras sanitárias, o prefeito e funcionários realizam rondas diárias pela cidade, orientando às pessoas em caso de aglomeração nos locais públicos e a importância de prevenção ao vírus. (Por Ivan Ambrósio/Jornal Interior)

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!