Oi, o que você está procurando?

Índice Criminal

Interior de SP reduz homicídios, latrocínios, estupros e furtos em abril

Roubos em geral, de carga e de veículo também caíram; no período não foram registrados casos de roubos a banco

O trabalho das polícias paulistas, em abril, no interior do Estado, resultou em 6.568 prisões e na apreensão de 529 armas ilegais
O interior do Estado de São Paulo terminou o mês de abril com redução nos homicídios dolosos, latrocínios, estupros e em todas as modalidades de furtos. No período, também houve queda nos roubos em geral, de carga e de veículo e não foram registrados casos de roubos a banco. O indicador de extorsão mediante sequestro ficou estável.
Houve dois casos e duas vítimas a menos de morte intencional no quarto mês do ano, se comparado a igual período do ano anterior. O número de ocorrência passou de 149 para 147 e o de vítimas de 155 para 153. Com as reduções, as taxas dos últimos 12 meses (de maio de 2019 a abril de 2020) ficaram em 6,75 casos e 7,02 vítimas a cada grupo de 100 mil habitantes.
O indicador de roubos seguidos de morte teve uma ocorrência e uma vítima a menos em abril deste ano. Em igual mês do ano passado foram contabilizados 10 boletins com nove vítimas.
Nos estupros a redução foi ainda maior. Com uma diferença de 179 casos, a quantidade passou de 578 para 399, ou seja, recuo de 31%.
Outros indicadores
Os furtos em geral e de veículo apresentaram as menores quantidades da série histórica, iniciada em 2001. O primeiro caiu 48,6% ou 9.609 em números absolutos, passando de 19.787 casos em abril de 2019 para 10.178 em igual mês deste ano. O segundo indicador, por sua vez, diminuiu 44,7%, com 1.187 ocorrências a menos (de 2.653 para 1.466). A quantidade é a menor da série histórica, iniciada em 2001.
Nos roubos em geral o recuo foi de 38,6%, com 2.908 registros, ante 4.735 – uma diferença de 1.827 boletins. A quantidade é a menor da série histórica.  É a primeira vez na série que o indicador fica abaixo de 4 mil.
A tendência se estendeu aos roubos de veículo, que também tiveram o menor número da série histórica para o período. O indicador reduziu 31,5%, passando de 871 para 597. Ou seja, 274 ocorrências a menos. A soma é a menor da série histórica.
Os roubos de carga caíram 31,4% (de 156 para 107) no quarto mês de 2020, enquanto não foram registrados casos de roubo a banco. As extorsões mediante sequestro ficaram estáveis com um boletim de ocorrência.
Produtividade
O trabalho das polícias paulistas, em abril, no interior do Estado, resultou em 6.568 prisões e na apreensão de 529 armas ilegais. Também foram registrados 2.226 flagrantes por tráfico de entorpecentes.
Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!