Oi, o que você está procurando?

INFRAESTRUTURA

Paradas há 15 dias, obras na Pompeu causam transtornos a motoristas e pedestres

Folha da Região – Paralisadas há mais de 15 dias, as obras de prolongamento da Avenida Pompeu de Toledo tem trazido transtornos para moradores e comerciantes das redondezas. Em alguns trechos, motociclistas precisam descer do veículo por conta do risco de queda causado por buracos e solo sem pavimentação.

Buracos com acúmulo de água foram encontrados na avenida, e estão dificultando a passagem de motoristas, motociclistas e, principalmente, pedestres, já que estão próximos à calçada. Segundo o proprietário de um estabelecimento próximo às obras, que preferiu não ser identificado, a cratera que se abriu no canteiro de um dos cruzamentos da avenida é altamente perigosa.

“A prefeitura alega que as chuvas atrapalham a pavimentação, mas largaram tudo numa bagunça por aqui. Com a cratera e sem iluminação, se tornou um local propício para acidentes. Mesmo que não dê para asfaltar, o canteiro poderia ser reparado”, diz o comerciante.

A Avenida Pompeu de Toledo é uma das principais da cidade e está em obras de prolongamento desde 26 de abril do ano passado. A obra vai ajudar a desafogar o trânsito na zona sul.

No projeto, também está prevista a construção de ciclovias com alça de conversão e concordâncias de esquinas com a rua América do Sul. As benfeitorias trarão melhoras de infraestrutura e urbanismo, além de acréscimo de qualidade em mobilidade urbana e aquecimento econômico das áreas que receberão melhor acesso ao centro e outras ruas.

A administração municipal, em nota, declara que o local está devidamente sinalizado e já foi solicitado o reparo à SMOSP (Secretaria de Obras). Quanto à iluminação, a assessoria afirma que será reposta em breve.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!