CONECTE CONOSCO

Estado de SP

Número de acidentes com mortes cai durante Operação Nove de Julho

Publicado em



O Comando de Policiamento Rodoviário, órgão de execução da Polícia Militar do Estado de São Paulo, realizou entre meia-noite de sexta-feira (5) até as 23h59min da terça-feira (9), a Operação “Nove de Julho 2019”, nos mais de 22 mil km da malha rodoviária do Estado de São Paulo. Durante os cinco dias da ação, o número de vítimas fatais caiu 3,7%.

A operação está alinhada ao Programa Respeito à Vida – São Paulo Dirigindo com Responsabilidade e ao Programa de Redução de Acidentes de Trânsito e Segurança Viária 2011-2020 (ONU). Neste ano, o feriado prolongado de “Nove de Julho” teve cinco dias, ante quatro dias em 2018.

Segundo o Comando, a maioria dos acidentes poderia ter sido evitada, já que a causa principal deles está relacionada à imprudência, negligência ou imperícia dos condutores. Das 26 vítimas fatais, 12 morreram em decorrência de colisões (46,16%) e 6 mortes foram vítimas de atropelamentos (23,08%), que juntas correspondem a 69,24% do total de mortes.

A desatenção, o desrespeito às sinalizações, são fatores que ainda contribuem para essas ocorrências. Em razão disso, o Policiamento Rodoviário tem priorizado as fiscalizações, quanto às ultrapassagens proibidas, excesso de velocidade e outros comportamentos nocivos à segurança viária por parte dos usuários das vias.

Com o foco principal na preservação da vida, foram elaborados:

  • 28.739 autuações (aumento de 41,68%), além de autuações por excesso de velocidade, 26.402 imagens de radar (aumento de 24,51%), o que demonstra que a imprudência dos motoristas ainda é elevada;
  • 417 autuações (15,42%) em decorrência de motoristas flagrados sob efeito de álcool ou de outras substâncias psicoativas, que determinem dependência, bem como, 534 autuações em condutores que se recusaram ao teste do etilômetro, sendo que 11.289 motoristas realizaram o teste do etilômetro (aumento de 98,89%), destes, 26 foram presos em flagrante (13,33%) pelo crime de embriaguez ao volante, sendo que destes, 10 se envolveram em acidentes de trânsito;
  • 5.393 autuações por não utilizarem o cinto de segurança e outros dispositivos de retenção;
  • 1.957 autuações por ultrapassagens pela contramão de direção;
  • 1 autuação em motociclista que estava sem o uso do capacete, viseira ou óculos de
    proteção;
  • 74 veículos foram removidos para os pátios
  • 1.022 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) recolhidas;
  • 1.861 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) recolhidos.Mediante o planejamento operacional realizado, visando o combate aos diversos ilícitos penais, destacam-se:
  • 55 pessoas (aumento de 10%) presas em flagrante por outros crimes;
  • 21 procurados pela Justiça foram recapturados e devolvidos ao sistema penitenciário
    (aumento de 50%);
  • 1.119,623 kg de drogas apreendidas (443,352 kg de cocaína e pasta base; 662,037 kg de maconha; e outras);
  • 400.000 maços de cigarros apreendidos.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante

Alta periculosidade

Acusado de matar três pessoas em Alagoas é preso em Birigui

Prisão foi realizada por policiais militares da Patrulha Ostensiva Ambiental

Publicado em

Anderson Alves Quixabeira, o "Bob" estava foragido havia cerca de 5 anos e foi preso em Birigui

Considerado de alta periculosidade e após ficar cinco anos foragido, Anderson Alves Quixabeira, o “Bob”, 28 anos, foi preso no sábado (19), pela Polícia Militar Ambiental, em Birigui.

Procurado por envolvimento em três assassinatos, tráfico de drogas, roubo, ameaça e coação a testemunha, o criminoso ainda tentou escapar da prisão apresentando documento falso.

No entanto, os policiais da Patrulha Ostensiva Ambiental o reconheceram pela foto no documento falso e o prenderam. Ele também responderá por falsidade ideológica.

Segundo a polícia, a maioria dos crimes praticados por Bob ocorreu no município de Delmiro Gouveia, em Alagoas, sua cidade natal. Conforme a polícia, ele possuía três mandados de prisão em aberto pelo estado de Alagoas.

O primeiro registro de crime praticado por Bob foi em 2011. Na ocasião, ele roubou uma pistola 380 de um comerciante. Ainda naquele ano, ele danificou por completo uma viatura da guarda municipal de Delmiro Gouveia.

Criminoso tem longa ficha criminal

Em 2012, acusado e mais duas pessoas, assassinou dois homens em sua cidade. Naquele mesmo ano, ele também indicado por ameaçar uma mulher de morte, se ela não ficasse com ele e ainda teria prometido que levaria velas para o caixão dela.

A prática de crimes não parou, segundo a polícia. Em 2014, ele e outro criminoso mataram e carbonizaram o corpo de um rapaz. Bob também responde a processo por ameaça contra testemunha e já foi preso por tráfico de drogas.

A polícia acredita que ele tenha usado documentos falsos para se safar e conseguir fugir do Nordeste.

De acordo com as investigações, o bandido cruzou Alagoas, escondeu-se por diversos municípios de Sergipe e depois se abrigou em Birigui, onde acabou preso pela equipe da PM Ambiental, formada pelo cabo Emerson Porto e soldado Mateus Araújo, do 2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental, sob comando do Major PM Antonio Carlos Siqueira Campos Junior.

O criminoso foi levado de volta para Alagoas, onde deverá ser julgado pelos homicídios.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

JAÚ

Motoristas morrem em acidente entre ônibus que transportavam detentos e caminhão

Publicado em

Foto: Luizinho Andretto/ Coisas que só Acontecem em Jaú

A Polícia Rodoviária atualizou, na manhã desta terça-feira (22), o número de feridos no acidente entre dois ônibus que transportavam detentos e um caminhão na tarde de segunda-feira (21) em rodovia entre Jaú (SP) e Bocaina.

Segundo a polícia, o motorista de um dos ônibus e o caminhoneiro morreram no local. O motorista do ônibus foi identificado como Aparecido Donizete Alves dos Santos, de 34 anos, e o caminhoneiro como Mizael Santanna Justino, de 30 anos.

Além das duas mortes, 45 pessoas ficaram feridas, sendo que nove foram levadas para a Santa Casa de Bocaina e 36 para a de Jaú. Em Jaú, três feridos seguem internados em estado grave e um aguarda reavaliação com o ortopedista. Outras 47 pessoas envolvidas no acidente não ficaram feridas.

Ainda de acordo com a Polícia Rodoviária, o trânsito no km 140 ficou interditado durante cinco horas para atendimento dos feridos e retirada dos veículos.

Os ônibus envolvidos no acidente transportavam presos que voltavam da saidinha do Dia das Crianças e estavam a caminho do Centro de Progressão Penal (CPP), de Bauru.

Segundo informações da polícia, o caminhão, que trafegava só com o cavalo (sem a carreta), invadiu a pista e bateu de frente com o primeiro ônibus e rodou na pista.

O segundo ônibus com detentos, além de bater na traseira do primeiro ônibus, também foi atingido pela parte de trás do caminhão, que se soltou.

Acidente entre caminhão e dois ônibus que transportavam detentos deixou mortos em Jaú — Foto: Luizinho Andretto/ Coisas que só Acontecem em Jaú

Em nota, a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) informou que os motoristas dos ônibus não são funcionários deles, mas da empresa contratada para fazer o transporte.

Ainda conforme a pasta, a empresa já encaminhou um veículo ao hospital para buscar os reeducandos que forem liberados para levá-los até a unidade prisional.

O enterro do motorista do ônibus será em Garça, cidade onde ele morava, às 17h30 desta terça-feira. Já o motorista do caminhão, vai ser às 15h em Américo Brasiliense (SP).

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
84