CONECTE CONOSCO

História e estória

Publicado em



Em português, costuma-se usar a palavra “história” tanto para a narrativa de fatos verdadeiros como para os ficcionais (narrativas inventadas).

Isso não ocorre no inglês, que divide história para fatos reais; estória para fatos ficcionais. O escritor Guimarães Rosa manteve a tradição inglesa ao escrever, quando intitulou o seu  livro de “Primeiras estórias”.

O atual governo quer transformar o 31 de março, quando houve um golpe militar em 1964, ou seja, há 55 anos, em “estória”, coisa inventada.

Esse pessoal do Bolsonaro ignora livros, jornais da época, muita gente morta e perseguida, só porque não concordava com o governo da época. Não se pode transformar a História do Brasil escrita com sangue num conto da carochinha.

 

*Hélio Consolaro é professor de Português

SERVIÇO DE TIRA-DÚVIDAS:

E-mail: [email protected]

www.benditalingua.blogspot.com

Whatsapp:  18 99786 9445

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
  64