Oi, o que você está procurando?

Torneira Seca

Falta de água desde sexta-feira deixa moradores revoltados em Araçatuba

Moradores de vários bairros de Araçatuba estão sem abastecimento de água desde a noite sexta-feira. A falta de água nas torneiras há mais de 36 horas deixou milhares de famílias revoltadas. O Regional Press recebeu centenas de reclamações neste domingo (10).

A falta de água ocorre em razão de obras de manutenção que a Samar realiza em adutora de grande dimensão, localizada na rua Governador Pedro de Toledo, na esquina com a rua Luís Nogueira Martins. De acordo com a empresa, o serviço teve início a partir das 21 horas de sexta-feira.

No mesmo dia, também teve início a obra de substituição de registro de 250 mm em rede adutora localizada na rua Cussy de Almeida, no cruzamento com a rua Paraguai.

As obras provocaram interferências no abastecimento dos bairros: Planalto, São José, Presidente, Jd do Trevo, Palmeiras, Alto da Boa Vista, Monte Carlo, Aclimação, Casa Nova, Jardim América, Jardim do Prado, Rosele, Parque Industrial, Vila Industrial, Porto Real I e II, Ezequiel Barbosa, Mão Divina, Vila Nova, Vila Carvalho, Parque dos Araçás, Jardim Brasil, Novo Paraíso, São Vicente, Beatriz, Paraíso, Boa Vista, Centro, São Joaquim, Higienópolis, Vila Bandeirantes, Morumbi, Centro, São João, Das Bandeiras, Vila Estádio, Vila Santa Maria, Vila Carvalho, Jardim Brasília, Icaraí, Vila São Paulo, Vila Santo Antonio, Pedro Perri, Traitu, Guanabara, Claudionor Cinti, Jussara e adjacências.

A previsão inicial era de que as obras fossem encerradas encerradas até as 6h deste sábado (9), com a previsão de o abastecimento ser normalizado gradativamente. No entanto, em vários bairros, como o Jussara e o Claudionor Cinti e imediações, as torneiras ainda estavam secas na tarde deste domingo.

A situação trouxe transtorno para os moradores. O motorista Marcelo Gil, que mora em um condomínio de apartamentos o bairro Morada dos Nobres, disse que todos os vizinhos estão revoltados.

“Aqui está um caos, pois não temos água para o banho das crianças e nem para a higiene dos idodos e enfermos e a louça se acumula da pia”, disse o morador ao Regional Press.

A Samar informou que o atraso na conclusão das obras se deve a chuva que caiu em Araçatuba. A empresa disponibilizou, neste domingo, um caminhão-pipa para auxiliar a população. O veículo ficaria na frente do Corpo de Bombeiros, no bairro Morada dos Nobres.

“Queremos dignidade, pois pagamos caro por esse serviço e a população não pode ficar tanto tempo sem água, um bem precioso para a vida”, desabafou a doméstica Ana Cristina Amaral, outra moradora do bairro Jussara que entrou em contato com o Regional Press.

O autônomo Marco Francisco de Souza, morador do bairro Claudionor Cinti, desabafa. “Nessa hora temos que entender a situação da Samar, mas quando é para cortar a água do pobre trabalhador, eles não entendem a nossa dificuldade e cobram taxa pelo corte e depois para religar, o que é um absurdo”.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!