Oi, o que você está procurando?

Estudantes de Odontologia da Unesp promovem “caçada” aos hipertensos

Alunos participam da 32ª Semana de Prevensão à Hipertensão; objetivo é identificar pessoas que têm pressão alta, mas não sabem

Estudantes de Odontologia fazem uma caçada em Araçatuba. Mas não se trata do jogo Pokémon GO e nem outra brincadeira virtual. Nesse caso, o assunto é sério! Eles estão em busca de pessoas que têm hipertensão arterial e não sabem.

Os alunos participam da 32ª edição da Semana de Prevenção da Hipertensão, promovida pela Unesp (Universidade Estadual Paulista). Até a próxima sexta-feira, eles vão permanecer no Shopping Praça Nova, das 14h às 21h, aferindo a pressão arterial da população. Quem apresentar alterações será orientado a procurar um médico.

“A campanha é importante, pois, muitas vezes, a hipertensão não apresenta sintomas”, explica o professor responsável pela iniciativa, João César Bedran de Castro. No ano passado, 10 mil pessoas tiveram a pressão aferida durante a Semana da Hipertensão. Neste ano, a meta é superar esse número.

Além do Shopping, estudantes estão realizando a aferição de pressão em supermercados da cidade. Os pontos foram escolhidos por causa da grande movimentação de pessoas.

HIPERTENSÃO

Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão, uma pessoa é considerada hipertensa quando a pressão arterial é, sistematicamente, igual ou maior que 14 por 9.

Quando não é controlada, a hipertensão causa danos aos vasos sanguíneos, que se tornam endurecidos e estreitos. Ao coração, podendo levar ao infarto e ao cérebro, sendo uma das principais causas de AVC (Acidente Vascular Cerebral). O funcionamento dos rins também é bastante prejudicado pela pressão alta.

Todos esses problemas podem ser evitados se a doença for identificada e controlada. O tratamento inclui cuidados com a alimentação e, em alguns casos, medicamentos.

A hipertensão é muito comum no Brasil. O problema atinge 5% das crianças e adolescentes; 25% dos adultos e 50% da população com mais de 60 anos. Por isso é tão importante medidas para identificar os casos e encaminhar para tratamento.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!