Oi, o que você está procurando?

Enfrentamento ao Coronavírus

Birigui começa a vacinar contra a Covid pessoas de 30 a 39 anos com comorbidades

Imunização terá início nesta quinta-feira (3), no Terminal Rodoviário, das 7h às 12h30

As pessoas com idade entre 30 e 39 anos que tenham comorbidades ou deficiência permanente que recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada) passam a ser contempladas com a vacina contra a covid-19 a partir desta quinta-feira (3), em Birigui. Em Araçatuba, ainda não foi definido quando terá início a vacinação para este público.

O drive-thru do Terminal Rodoviário de Birigui estará aberto neste feriado nacional de Corpus Christi para imunizar o público-alvo das 7h às 12h30. A vacinação continuará no mesmo local na sexta-feira (4/6), das 7h30 às 16h.

Para esta etapa da campanha, o município recebeu 3.120 doses da vacina AstraZeneca/Oxford. A quantidade é suficiente para vacinar 100% o novo público com a primeira dose. O lote do imunizante foi entregue nesta quarta-feira (2) à Secretaria de Saúde.

Pré-cadastro

As pessoas aptas a receberem a vacina devem fazer o pré-cadastro no site Vacina Já (vacinaja.sp.gov.br). No dia da vacinação, todos devem apresentar RG, CPF e comprovante de residência. Pessoas com deficiência permanente devem levar ainda comprovante de recebimento do benefício.

No caso das pessoas com comorbidades, deve ser apresentado comprovante de que possui uma das comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde, sendo válido exames, receitas, relatório ou prescrição médica, contendo o CRM do médico. Os cadastros existentes nas UBSs podem ser utilizados.

Todos que forem ao drive-thru podem aproveitar para doar um quilo de alimento não perecível no momento da imunização, que será revertido para as famílias carentes e com déficit nutricional da cidade. A doação não é obrigatória e a vacinação estará garantida para quem não puder ajudar.

Comorbidades

As comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde são as doenças cardiovasculares: insuficiência cardíaca; cor-pulmonale e hipertensão pulmonar; cardiopatia hipertensiva; síndromes coronarianas; valvopatias; miocardiopatias e pericardiopatias; doença da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas; arritmias cardíacas; cardiopatias congênitas no adulto; próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados.

Já as doenças crônicas inclusas são: diabetes mellitus; pneumopatias crônicas graves; hipertensão arterial resistente; hipertensão arterial – estágio 3; hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão e órgão-alvo; doenças neurológicas crônicas; doença renal crônica; imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos); anemia falciforme; obesidade mórbida; cirrose hepática e HIV.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!