Oi, o que você está procurando?

Urgente

Polícia Civil prende suspeito de latrocínio ocorrido em hotel de Araçatuba

Homem foi detido pelo investigadores na Rua Marcílio Dias, bairro Paraíso, e admitiu que estava no hotel com a vítima

Crime ocorreu em hotel no centro de Araçatuba em 6 de maio de 2021 (Foto: RP10/ Arquivo)

Policiais civis da DH (Delegacia de  Homicídios) da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais) de Araçatuba prenderam hoje (19) Vanderson de Souza Ramos Martins, suspeito de ter matado um homem identificado como Elenilson da Silva Ramos,  45 anos, em um hotel no centro de Araçatuba. O crime, tipificado como latrocínio (roubo seguido de morte), ocorreu em 6 de maio.

De acordo com informações preliminares, Martins foi preso na Rua Marcílio Dias, perto da Praça Independência. Ele não ofereceu resistência e admitiu que estava  no hotel com a vítima. O homem foi levado para prestar depoimento na sede da Delegacia  de Homicídio, no centro de Araçatuba.

A reportagem apurou que ele e a vítima haviam deixado o CR (Centro de Ressocialização) de Birigui um dia antes do crime. A investigação apurou que o suspeito pretendia fugir para São Paulo. No entanto, foi preso antes.

O crime

De acordo com levantamento feito pela polícia, a vítima se hospedou no hotel por volta das 14h40 de quarta-feira (5/5)  junto com o suspeito.

Imagens do circuito de segurança do hotel ajudaram a polícia a estabelecer a linha de investigação. Vídeo mostra que os dois discutiram muito na calçada antes de entrarem no hotel, que fica na Rua Olavo Bilac.

A dupla pagou por dois quartos e ocupou um deles. O outro dormitório foi reservado para um outro colega que chegou ao hotel às 19h. É possível ver nas imagens de segurança que meia hora depois, este último hóspede e o suspeito deixam o hotel.

A polícia constatou que Vanderson Martins estava com a mochila da vítima e que vestia a mesma camiseta que Elenilson chegou ao hotel.

O corpo de Elenilson foi encontrado por uma camareira do hotel durante a limpeza. A vítima estava sem roupas e embaixo de uma cama. Havia sangue no nariz e na boca, mas o corpo não apresentava vestígio de violência.

O dormitório estava limpo e arrumado. A polícia encontrou no banheiro um pedaço de papel picado que foi apreendida junto com uma lata de cerveja amassada e com um furo no meio, tipo de utensílio normalmente usado para consumo de crack. Um preservativo usado também foi recolhido pela perícia na cena do crime.

Com o depoimento do suspeito, a Polícia Civil pretende esclarecer qual foi a dinâmica do crime no quarto do hotel. Vanderson foi preso temporariamente e deverá ser transferido para a cadeia de Penápolis. A prisão temporária deverá ser convertida em preventiva.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!