Oi, o que você está procurando?

FLAGRANTE

Jovem é preso em Penápolis após matar rapaz a facadas dentro de ônibus

Ele foi capturado em uma ação rápida pela Polícia Militar, próximo de uma usina

Um trabalhador rural de 19 anos, de Lagoa da Pedra (MA), foi preso em flagrante, na tarde desta sexta-feira (14), em Penápolis, após matar com um golpe de faca Pedro Gonçalves da Silva Brito, de 29. O crime ocorreu dentro de um ônibus na rodovia Raul Forchero Casasco (SP-419), quando retornavam para Luiziânia (a 42 km de distância), onde residem.

O acusado foi capturado pela Polícia Militar próximo de uma usina às margens da Assis Chateaubriand (SP-425), quando tentava fugir. Levado ao 1º DP (Distrito Policial), o jovem alegou que a vítima, há algum tempo, o ameaçava e o confrontava. O canivete usado foi apreendido.

De acordo com o boletim de ocorrência, o rapaz e Brito, acompanhado de outras pessoas, vieram a Penápolis receber o acerto trabalhista de uma usina no banco, após serem dispensados do serviço. Após sacarem a quantia que cada um tinha direito, eles foram até o Terminal Rodoviário, onde o veículo estava parado para retornarem a Luiziânia.

Trajeto

Um lavrador de 21 anos, que estava dentro do ônibus, contou que sentou ao lado do trabalhador rural quando, próximo ao trevo da Usina Clealco, às margens da Raul Forchero Casasco, ele se levantou e golpeou a vítima, que estava em uma poltrona à frente.
Segundo o que foi dito pela testemunha, não houve qualquer discussão entre os envolvidos naquele momento, no entanto, há cerca de um mês, ambos tinham tido uma desavença e, desde então, se estranhavam.

Com o golpe, Brito se levantou e foi até em direção ao motorista para pedir ajuda. O ônibus parou e alguns ocupantes tentaram segurar o acusado, que foi para os fundos do veículo. Ele se apoderou de um facão e ameaçou algumas pessoas, até conseguir sair por uma das portas e fugir pelos canaviais.

O rapaz deixou cair o canivete usado no crime, sendo localizado. A Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros foi acionada e levou a vítima ao pronto-socorro de Penápolis, entretanto, ele não resistiu ao ferimento e veio a óbito na unidade. A Polícia Militar foi acionada e passou a fazer buscas.

Numa ação rápida, equipes capturaram o acusado próximo de outra usina às margens da Assis Chateaubriand. Levado ao 1º DP, ele confessou o crime ao delegado, alegando que esfaqueou a vítima pelo fato dele estar sendo confrontado e ameaçado por ele.

Esposa

A esposa de Brito também foi ouvida. Ela contou que, recentemente, ambos tiveram um desentendimento em razão de um dos cintos de segurança do ônibus ter se soltado e, com isso, a vítima usá-lo para prender uma garrafa de água. Ainda segundo ela, o acusado teria contado para os responsáveis da empresa, que teriam chamado à atenção da vítima.

A mulher ainda relatou que, após este episódio, o acusado passou a dizer que ele é um “boyzinho folgado”. Com isso, a vítima teria dado um tapa no peito do jovem, que passou a dizer que Brito “pagaria por aquilo”, sendo ambos suspensos do trabalho. Equipe do IC (Instituto de Criminalística) esteve no ônibus realizando perícia.

O corpo da vítima foi levado ao IML (Instituto Médico Legal) de Araçatuba, onde passaria por exame necroscópico e, em seguida, liberado aos familiares para velório e sepultamento. Após prestar esclarecimentos, o acusado seria encaminhado para a cadeia local, estando à disposição da Justiça. (Por Ivan Ambrósio)

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!