Oi, o que você está procurando?

Política

Doria entrega rodovia e anuncia investimentos em Araçatuba

Governador esteve na cidade acompanhado de secretários de Estado e deputados, durante audiência pública para criação da Aglomeração Urbana de Araçatuba

Doria ao chegar no Unisalesiano, em Araçatuba, por volta das 11h - Foto: Divulgação

Em sua rápida visita a Araçatuba, na manhã desta terça-feira (18), o governador João Doria (PSDB) fez o descerramento simbólico da entrega das obras de modernização de 23 quilômetros da Rodovia Feliciano Sales Cunha (310), no trecho que liga General Salgado a Auriflama, que demandou R$ 100 milhões de investimento com recursos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). A obra gerou 339 empregos diretos e indiretos e, segundo ele, irá garantir conforto e mobilidade a 30 mil pessoas que por ali circulam diariamente.

Doria desembarcou no aeroporto Dario Guarita pouco antes das 11h e seguiu para o Unisalesiano, onde estava sendo realizada uma audiência pública para a criação do projeto Aglomeração Ubana de Araçatuba, que consiste na união de 20 municípios para a elaboração e execução de políticas públicas, visando o desenvolvimento socioeconômico da região.

Ao lado de secretários de Estado e deputados, Doria foi recebido pelo prefeito Dilador Borges (PSDB). O evento reuniu prefeitos de várias cidades da região, além de veredores e secretários municipais.

Doria ainda anunciou a liberação de R$ 4 milhões para obras de infraestrutura urbana em Araçatuba e fez a entrega de títulos de regularização fundiária do Programa Cidade Legal, sendo 153 títulos para famílias dos bairros Alvorada e Planalto, em Araçatuba, e outros 674 para o município de Guzolândia.

Ele também mencionou a modernização de estradas vicinais na região de Araçatuba por meio do Programa Novas Estradas Vicinais, que demandará investimentos de R$ 2,5 bilhões em todo o Estado, para a recuperação de 3 mil quilômetros de vias.

Bruno Covas e vacina

Durante sua fala, Doria pediu uma salva de palmas ao ex-prefeito de São Paulo, Bruno Covas, que faleceu no domingo (16), vítima de câncer. “Bruno Covas é uma lembrança que enriquece a nossa existência. Foi uma renovação na política brasileira, sendo meu vice nas eleições para a Prefeitura de São Paulo”, afirmou.

O governador também falou da importância da vacina contra a Covid-19. “Escolhi o lado da vida, não o da mentira e muito menos o do negacionismo. São Paulo foi o primeiro estado a fazer quarentena, a obrigar o uso de máscara e o único a viabilizar a vacina”, disse. “A vacina do Butantan está ajudando a salvar milhões de vidas”, completou.

Sem citar nomes, Doria também fez referência aos que negam a pandemia. “O que faz um cidadão e um ser não é a popularidade, é a credibilidade. Aqueles que entregam a vida de sua população em troca de popularidade terão o juízo divino e o juízo dos que perderam parentes, amigos, vizinhos, pela falta de conduta, de força, de postura, pela falta de compaixão”, afirmou.

Ele também aproveitou para elogiar a condução de Dilador na pandemia. “Aqui em Araçatuba, este homem soube defender a vida. Fez enfrentamentos e disseram não ao negacionismo, à indiferença, à morte, e disseram sim à ciência, à saude, à vida”, ao referir-se às medidas de isolamento social e de enfrentamento ao novo coronavírus.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!