Oi, o que você está procurando?

Saúde

Araçatuba vacina idosos acima de 60 anos e professores contra a gripe

Campanha de Vacinação entra na segunda etapa nesta terça-feira (11) e segue até o dia oito de junho, em todas as UBSs da cidade

Público deverá procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua casa - Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Saúde inicia, nesta terça-feira (11), a segunda etapa da Campanha de Vacinação contra a Gripe. O público-alvo, agora, são idosos acima de 60 anos e professores, que poderão se imunizar até o dia oito de junho, em qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS).

É necessário apresentar a carteira de vacinação, documento com foto e CPF. Os trabalhadores da educação devem apresentar comprovante de vínculo com a atividade.

Em Araçatuba, 60.756 pessoas devem ser imunizadas contra a gripe. Até agora, 6.526 tomaram o imunizante, o que equivale a uma cobertura vacinal de 24,49%.

A preocupação com a contaminação pelo novo coronavírus está levando a população de Araçatuba a adiar a vacinação contra a gripe. A campanha de imunização começou no dia 12 de abril e a adesão é considerada baixa pela Secretaria Municipal de Saúde.

A diretora da Vigilância Epidemiológica, Priscila Cestaro, destaca que a imunização contra a gripe é muito importante, principalmente com a chegada do inverno, quando as doenças respiratórias estão mais presentes. “A vacinação é o único meio de prevenção contra a influenza e a gravidade da doença”, afirma.

Este ano, a vacina contra a influenza é trivalente, composta pelas cepas: Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B. A vacina é fragmentada e inativada.

A diretora da Vigilância ressalta, ainda, que a população não precisa se preocupar com a contaminação da Covid, porque as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) estão trabalhando com todos os protocolos de prevenção.
Para incentivar a população, o município está organizando o chamado dia “D” da vacinação, mas a data ainda não foi divulgada.

Cobertura vacinal

A primeira fase da campanha de vacinação contra a gripe contemplou gestantes, puérperas, crianças de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias, trabalhadores da saúde e indígenas.

Como a adesão está baixa, a vacinação destes grupos irá continuar. Até agora, das 12.488 crianças de seis meses a menores de seis anos, que devem ser imunizadas, 3.793 tomaram a vacina, o que equivale a 30,37%.

Entre as gestantes, o percentual de vacinação é de 26,73%: das 1.796 que precisam tomar a vacina, 480 tomaram a dose.

As puérperas (mães que tiveram filhos há 45 dias) têm a maior cobertura vacinal até agora, com 41,69% – das 295 que devem ser imunizadas, 123 tomaram a vacina. Já os trabalhadores da saúde, dos 8.739 previstos, 2.049 se imunizaram, ou 23,45%.

Intervalo

As pessoas que apresentarem indicação para receber a vacina contra a Influenza e contra a Covid, deve priorizar a dose contra a Covid. O intervalo entre as doses de Influenza e Covid é de 14 dias.

Informe técnico da Secretaria Estadual de Saúde orienta as pessoas que apresentarem sintomas gripais, inclusive com quadro sugestivo de infecção por coronavírus, a adiar a vacinação contra a influenza até a recuperação total do quadro respiratório.

Documentos necessários:

✔️ carteira de vacinação
✔️ documento com foto e CPF
✔️ comprovante de vínculo para trabalhadores da educação

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!