Oi, o que você está procurando?

ESTUDO

Serrana (SP) conclui vacinação em massa contra o coronavírus neste domingo

A cidade é parte de um estudo clínico do Instituto Butantan

Imagem ilustrativa

Serrana (SP) termina neste domingo (11.abr.2021) a vacinação em massa da população contra a covid-19. A cidade é parte de um estudo clínico do Instituto Butantan para medir a eficácia da CoronaVac, vacina desenvolvida pela chinesa Sinovac.

A pesquisa avaliará a eficiência do imunizante na diminuição da taxa de transmissão do coronavírus na cidade. Entre os efeitos que serão analisados está a imunidade de rebanho.

Segundo o Butantan, as primeiras conclusões saem em maio, quando termina o período de 15 dias para que a imunização completa seja obtida.

A 1ª fase do chamado Projeto S foi finalizada em 14 de março. Foram vacinados 97,3% do público-alvo. Segundo balanço divulgado pelo instituto, 27.619 pessoas das 28.380 inscritas receberam a 1ª dose.

Os pesquisadores esperam números semelhantes na 2ª e última fase. Três dos 4 grupos em que os participantes foram separados já receberam a 2ª dose. O comparecimento foi de 94% no grupo verde, 93% no amarelo e 88% no cinza.

A cidade, de aproximadamente 45.600 habitantes, foi escolhida para o estudo por reunir 3 condições: número adequado de cidadãos para a pesquisa clínica, alta taxa de infecção e proximidade a um centro de pesquisa, em Ribeirão Preto.

A adesão ao estudo clínico foi voluntária. Todo morador com mais de 18 anos estava apto a ser vacinado, com exceção das grávidas, das lactantes e de pessoas com contraindicação médica.

Serrana bateu, em março, o recorde de mortes por covid: 19. Antes, o pior mês tinha sido agosto de 2020, quando 16 pessoas por causa da doença. Dados da 1ª semana de abril apontam que a situação melhorou. Foram registradas duas mortes no período.

Informações da secretaria municipal de Saúde também mostram que a cidade vive um momento mais tranquilo. Há 3 semanas, davam entrada por dia nas UPAs (unidades de pronto atendimento) uma média de 90 pacientes com sintomas gripais e suspeita de covid-19. Agora, são 40.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
ANUNCIANTE
26