Oi, o que você está procurando?

Serviço

Saúde mantém ações de combate ao mosquito Aedes aegypti em Birigui

Por conta da pandemia, os agentes comunitários de saúde estão fazendo varredura somente nos quintais, durante as visitas casa a casa

A Secretaria de Saúde de Birigui tem realizado diariamente ações de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Os trabalhos são tratados com prioridade pela gestão municipal, pois o objetivo é evitar um surto de dengue no município.

Por conta da pandemia, os agentes comunitários de saúde estão fazendo varredura somente nos quintais, durante as visitas casa a casa. Eles orientam os moradores sobre os cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito e retiram água parada em recipientes, quando encontram.

Em áreas com casos positivos ou suspeitos de dengue, os agentes de combate a endemias realizam o bloqueio de criadouros para eliminar as larvas do mosquito. A nebulização ocorre apenas quando há casos positivos, sendo o trabalho feito em um raio de 200 metros dos imóveis onde casos da doença foram notificados.

“Estamos todos preocupados com a covid-19, mas não podemos baixar a guarda com a dengue, que também pode matar. Contamos com a ajuda da população nesta luta, deixando os agentes entrarem em suas casas para o trabalho de combate e controle do mosquito. Vamos nos unir também contra o mosquito”, pediu o prefeito Leandro Maffeis.

Prevenção

Conforme a chefe de Divisão de Vigilância e Controle de Vetores, Aline Sagerato Lobato, os agentes comunitários de saúde e de combate a endemias visitam os imóveis uniformizados e com crachá, seguindo todos os protocolos sanitários contra o coronavírus, como o uso de máscara e álcool em gel.

“Precisamos da colaboração de todos na eliminação de recipientes que possam acumular água, como latas, garrafas e pneus, e ainda verificar sempre os vasos de plantas, calhas, caixas d’água e ralos. Deve-se sempre lavar os bebedouros dos animais, colocar detergente nas bandejas da geladeira e manter quintais e terrenos limpos”, orientou Aline.

Casos

Conforme a Secretaria de Saúde, até o momento Birigui registra 126 casos positivos de dengue, sem óbitos. Outros 121 casos estão em investigação. Não foram registrados casos de zika vírus, chikungunya e febre amarela. Em 2020, o município teve 626 casos, sem mortes.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
ANUNCIANTE
27