Oi, o que você está procurando?

Educação

Mais de 8 mil alunos retornam às aulas presenciais em Araçatuba

Aulas foram retomadas nesta segunda-feira (19) na rede municipal de ensino; em caso de sintomas de Covid, escola deve ser comunicada

Pouco mais de 8 mil pais de alunos da rede municipal de ensino de Araçatuba optaram pela volta às aulas presenciais, que foram retomadas nesta segunda-feira (19). O município tem cerca de 16 mil alunos.

O retorno é opcional e os pais que fizeram a escolha pelo ensino presencial, mas ainda não se sentem seguros em funação da pandemia, devem procurar a escola e comunicar a opção pelo ensino remoto. Em Araçatuba, as aulas seguem no esquema híbrido, com aulas presenciais e on-line.

Conforme a secretária municipal de Educação, Silvana de Sousa e Souza, o objetivo do retorno presencial é dar apoio às crianças que não estejam conseguindo se desenvolver, seja pela falta de acesso aos meios tecnológicos ou a falta de tempo dos pais para apoiar a aprendizagem dos filhos.

As escolas devem obedecer ao limite de 35% dos alunos em sala de aula, além de garantir o distanciamento entre os estudantes e professores, aferir a temperatura antes da entrada nas unidades escolares e disponibilizar álcool em gel.
Cada unidade escolar será responsável por fazer o escalonamento de seus alunos.

Caso o aluno ou profissional da educação tenha qualquer sintoma de Covid-19, como tosse, febre, dor de garganta e coriza, a escola deve ser comunicada. Nestes casos, o ensino presencial é suspenso e são adotadas as aulas on-line para evitar a propagação do novo coronavírus.

No início do ano, no primeiro retorno às aulas presenciais, a rede de ensino do município registrou, até o dia três de março, 19 casos positivos de Covid em 14 diferentes escolas.

Na última quarta-feira (14), professores de Araçatuba realizaram uma manifestação pedindo o adiamento da volta às aulas presenciais, com o argumento de que os profissionais da Educação não estão imunizados contra a Covid.

A vacinação destes profissionais (primeira dose) teve início no dia 12 de abril, mas contempla apenas os que tem 47 anos ou mais.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
ANUNCIANTE