Oi, o que você está procurando?

Katayama

Avícola de Guararapes recebe certificação internacional de segurança de alimentos

O processo de auditoria da certificação foi efetuado pela QIMA/WQ

Divulgação

Katayama Alimentos, indústria avícola de Guararapes, é a primeira do segmento de avicultura de postura do Brasil a conquistar a mais rigorosa certificação para o processo de classificação dos ovos in natura. A avícola conquistou em março deste ano a Certificação Brand Reputation through Compliance (BRCGS), uma norma global que exige dos fabricantes de alimentos a utilização de processos seguros de produção e de gerenciamento da qualidade dos produtos para atender às exigências dos clientes. O processo de auditoria da certificação foi efetuado pela QIMA/WQS.

“A certificação é reconhecida mundialmente e exigida por varejistas, empresas de serviços alimentares e fabricantes de alimentos por ser considerada um importante instrumento de gestão corporativa, que indica se a empresa oferece garantia do fornecimento de seus produtos, sem interrupções e seguindo rigorosos padrões de qualidade”, diz a Gestora de Operações Industriais da Katayama Alimentos, Camila Cuencas.

A BRCGS foi criada em 1998 e hoje está em sua oitava versão. A norma tem aprovação da GFSI (Global Food Safety Initiative), iniciativa privada que cria programas de padrões de segurança na área alimentar.

Seus princípios são formulados e mantidos por um grupo internacional, que reúne fabricantes de alimentos, food services, varejistas e auditores especializados. De acordo com a gestora da Katayama, a norma BRCGS especifica os critérios operacionais, de segurança e de qualidade dos alimentos necessários dentro de uma empresa do setor alimentício, estabelecendo o cumprimento das obrigações de conformidade legal e de proteção ao consumidor.

“A BRCGS é aceita e reconhecida por grande parte dos fabricantes, distribuidores e processadores, no âmbito da indústria de alimentos nacional e internacional. O estabelecimento de padrões de produção aderentes às normas BRCGS auxilia na padronização de nossos processos produtivos e operacionais”, afirma Camila.

A indústria e o varejo nacionais também vêm exigindo esse tipo de certificação, visando garantir a segurança dos alimentos utilizados como insumos produtivos ou vendidos a clientes cada vez mais atentos e exigentes aos padrões de qualidade.

REPUTAÇÃO

A norma BRCGS prevê que a indústria tenha uma estrutura predial, maquinários, equipe de colaboradores treinados e demais exigências que garantam um sistema robusto de segurança de alimentos, livres de contaminações (físicas, químicas e biológicas) que possam causar danos à saúde.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
30