Oi, o que você está procurando?

Tribunal do Júri

Dupla acusada de matar capoeirista será julgada nesta quarta em Araçatuba

O crime ocorreu em 13 de maio de 2019 no bairro Lago Azul

O crime ocorreu em maio de 2019 na rua Antônio Spironeli, bairro Lago Azul (Foto: Arquivo/ Regional Press)

Donavam Douglas dos Santos Oliveira e Felipe Silva de Sá serão julgados nesta quarta-feira (3), em Araçatuba (SP), pela morte do mestre de capoeira Everaldo Aparecido Cardoso Martins, 45 anos. O crime ocorreu em 13 de maio de 2019 no bairro Lago Azul. Martins foi assassinado a tiros na frente da casa dele.

O homicídio aconteceu por volta das 9h na rua Antônio Spironeli. A vítima residia com a filha, de 17 anos, que disse à polícia que acordou com o barulho dos disparos, viu o portão aberto e ao sair para ver o que havia acontecido e encontrou o pai caído com o corpo parte na calçada e parte na rua.

Equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi ao local e o médico constatou que a vítima já estava morta quando foi examinada.

Os dois acusados foram presos pela Polícia Civil semanas após o crime e confessaram participação no homicídio. Ambos permanecem presos.

Motivação

Segundo denúncia do Ministério Público, Donavam vendeu a casa situada no local dos fatos para vítima, sendo que esta deu o veículo VW/Gol, cor branca, como parte do pagamento.

Posteriormente à transação houve desentendimento entre Donavam e a vítima, uma vez aquele atrasou na quitação da conta de água e a vítima não quis dar o recibo de compra e venda do veículo, além de Donavam ter recebido uma multa com o veículo durante esse período.

“Assim, em razão da desavença negocial, o denunciado Donavam se ajustou com seu amigo, o denunciado Felipe, e resolveram matar a vítima. Para tanto, os denunciados premeditaram o crime e, de forma ardilosa, Donvavam disse à vítima que iria passar na casa dela, na manhã do dia dos fatos, para pagar parte da dívida”, segundo consta na denúncia do MP.

No dia do crime, Donavam conduziu o veículo Gol trazendo o denunciado Felipe como passageiro, o qual portava uma arma de fogo, e foram até a casa da vítima. Lá chegando, ambos desceram do veículo e o Donavam chamou pelo nome da vítima.

Sem saber do intento homicida, o capoeirista saiu de casa para atender ao chamado, momento em que foi surpreendida por Felipe, que efetuou dois disparos de arma de fogo em sua direção. Ato contínuo, Donavam tomou a arma de Felipe e também efetuou um disparo contra Everaldo, que era conhecido como ‘Mestre Pelezinho’.

Os autores fugiram em seguida com o carro em alta velocidade, mas foram identificados e presos pela então DIG (Delegacia de Investigações Gerais), hoje Delegacia de Homicídio da Deic/ Araçatuba.

Os dois serão julgados por homicídio qualificado, por agirem sem possibilitar chance de reação ou defesa por parte da vítima, mediante emboscada, além de se associarem para cometer o crime.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
59