Oi, o que você está procurando?

Artur Nogueira (SP)

Discussão sobre instalação de lixeira termina com mortos e feridos no interior de SP

Caso ocorreu em cidade do interior do estado, na manhã de domingo (28/2). Atirador e mulher ferida foram internados em hospital

Uma discussão sobre o local de instalação de uma lixeira resultou em duas mortes e duas pessoas feridas no município de Artur Nogueira (SP), na manhã de domingo (28/2).

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública do estado, divulgadas nesta segunda-feira (1º/3) ao Metrópoles, o caso ocorreu na Chácara Paraná, no bairro Filipada, e levou a prisão em flagrante de um empresário de 62 anos, que teria baleado três pessoas no local.

De acordo com o boletim de ocorrência, o dono da chácara havia contratado uma equipe de serralheiros para instalar um portão na propriedade. No entanto, o proprietário também solicitou que removessem uma lixeira externa e reinstalassem o objeto a cerca de 50 metros.

Um empresário que mora na região discordou da mudança, e foi até a propriedade com um de seus funcionários, onde começou a discutir com o dono da chácara, que segundo ele, não teria autorização para fazer a mudança.

Testemunhas informaram à polícia que, durante a briga, o empresário foi até a caminhonete dele, pegou uma arma de fogo e disparou para o alto. Em seguida, atirou em direção ao grupo que acompanhava os serralheiros e moradores. Um dos tiros atingiu um ajudante geral de 37 anos, que foi socorrido no Hospital Bom Samaritano, mas não resistiu e morreu.

O atirador realizou um terceiro disparo, que atingiu o ombro de uma mulher de 25 anos, que estava no local aguardando o marido. Ao notar que a mulher havia sido atingida, o pai da vítima, um autônomo de 61 anos, se aproximou do empresário com um facão, atingindo-o na nuca e nos braços.

Mesmo assim, o homem atirou uma quarta vez e baleou o homem, que morreu no local. A filha do autônomo foi levada ao Hospital Samaritano. Ainda não há detalhes sobre o estado de saúde da vítima.

As duas vítimas que foram a óbito seriam Damião Berengel e Rodrigo Carvalho, segundo reportagem do G1. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Americana.

O empresário indiciado pelo crime, que teve o braço ferido, foi autuado em flagrante, está sob custódia, e transferido para o Hospital de Clínicas da Unicamp, em Campinas (SP). O caso teve registro como homicídio qualificado, tentativa de homicídio qualificado e lesão corporal de natureza grave na Delegacia de Artur Nogueira.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
45