Oi, o que você está procurando?

Enfrentamento à Covid

Araçatuba proíbe “pegue-leve” e restringe venda de bebidas

Município também proibiu o funcionamento de áreas de lazer de condomínios e aumentou o valor da multa para R$ 2,9 mil para quem desrepeitar as novas regras

Carmem Guariente disse que, nos últimos 14 dias, número de óbitos aumentou em 113% - Foto: Reprodução Facebook

Apesar de todas as medidas adotadas nos últimos 14 dias, a pandemia não regrediu em Araçatuba neste período. Em função disso, a Prefeitura vai adotar novas retrições, que passam a valer a partir de segunda-feira (28) até o próximo domingo (4), seguindo as recomendações do Comitê Operacional de Contingência da Covid-19.

Dentre as medidas, está o limite para venda de bebidas alcóolicas até as 18h. Após este horário, só será permitida a venda por delivery e com as portas fechadas. Outra proibição é o funcionamento das áreas de lazer em condomínios.

Bares, restaurantes e comércio varejista não poderão atuar mais na modalidade pegue-leve, somente com drive-thru e as portas devem permanecer fechadas.

Os supermercados, que são locais de maior contaminação, também passam a ter nova restrição, com a permissão de uma pessoa a cada 40 metros quadrados de área de loja.

O comerciante que insistir em não cumprir as determinações terá cassada a licença de funcionamento por 15 dias e pagará multa de R$ 2,9 mil – o valor até então era de R$ 730,00.

Segundo o chefe de gabinete da Prefeitura, Deocleciano Borella Júnior, as medidas foram tomadas para que a cidade não precise entrar em lockdown (bloqueio total das atividades).

O município também decidiu decretar feriado no dia 1º de abril, quinta-feira, já que no dia dois já é feriado de Sexta-Feira da Paixão, na tentativa de reduzir a circulação de pessoas, uma vez que o isolamento social de Araçatuba oscila de 38% a 43% e é um dos menores do Estado.

Os anúncios foram feitos no início desta tarde (26), por meio de uma live transmitida pelas redes sociais da Prefeitura, com a participação da secretária municipal de Saúde, Carmem Guariente, e do chefe de gabinete, Deocleciano Borella Júnior.

Balanço da pandemia

Em 14 dias, mesmo na fase emergencial, a média móvel de casos positivos de Covid-19 aumentou 40% em Araçatuba. Já o número de óbitos teve uma alta de 113%, com uma média de sete mortes diárias. Por dia, o município registra entre 400 e 500 de casos suspeitos.

A demanda por internação, de pacientes graves, também cresce a cada dia. O Hospital Municipal, que foi aberto na segunda-feira com dez pacientes, hoje está com 17 internados. No pronto-socorro municipal, dez pessoas estão aguardando a transferência para um leito de hospital e um está intubado. “Isso só mostra que quanto mais abre vagas, mais rapidamente estas vagas são ocupadas”, observou a secretária municipal de Saúde, Carmem Guariente.

Ela lembrou, ainda, que o município está chegando ao limite em relação aos estoques de oxigênio e de medicamentos usados para intubar pacientes. “Isso nos causa um grande pânico, porque não há para onde remanejar estes pacientes”, afirmou a secretária. Segundo ela, todos os hospitais estão com mais de 100% de ocupação e em alerta.

Veja a live:

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
102