Oi, o que você está procurando?

Ensino Superior

UniSalesiano comemora aprovação dos alunos de Direito no Exame da OAB

Em 2020, os acadêmicos tiveram a chance de acompanhar as aulas on-line e ao vivo

O coordenador do Curso de Direito do UniSalesiano, professor Helton Simoncelli, disse que a pandemia não alterou a dificuldade da prova da Ordem
O UniSalesiano comemora mais uma vez a aprovação de seus alunos do Curso de Direito no 31º Exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Acadêmicos que se formaram em 2020 tiveram sucesso na prova, que é um requisito necessário para a inscrição nos quadros da organização como advogado e é constituído de duas fases de caráter eliminatório. O resultado foi divulgado no dia 11 de janeiro pela OAB.

O Coordenador do Curso de Direito do UniSalesiano, Prof. Helton Simoncelli, salientou que a pandemia provocada pelo novo coronavírus não alterou a dificuldade da prova da Ordem. “Foi difícil, normalmente, como as demais. Posso dizer que tivemos uma aprovação muito boa. Nosso aluno tem um diferencial por tudo o que o Curso de Direito do UniSalesiano oferece”, afirmou.

Simoncelli ressaltou que a Covid-19 trouxe dificuldades, mas também oportunidades. Segundo ele, em 2020, os acadêmicos tiveram a chance de acompanhar as aulas online e ao vivo, ministradas pelos docentes. Tiveram ainda a possibilidade de rever o conteúdo quantas vezes quisessem.

“Nossos professores deram total apoio aos alunos. O contato entre acadêmico, docente e Coordenação foi muito próximo, gerando ótimos resultados”, completou.

Aprovados

Depois de ter concluído o Curso de Administração no UniSalesiano, em 2015, Edson Luiz Sversut Junior, de 26 anos, optou em estudar Direito, na mesma Instituição, já no ano seguinte. Para conquistar a aprovação no Exame da Ordem, o jovem disse ter se esforçado ao longo do curso.

“A parte mais difícil é a pressão psicológica. Porém, o comprometimento com o curso e o apoio das pessoas que me cercavam ajudaram muito. Quero agradecer meus professores, que foram fundamentais em minha formação”, disse Junior, que quer seguir na advocacia e pretende iniciar uma especialização em Direito Tributário ainda este ano.

Sonho

Cursar Direito sempre foi o sonho da jovem Bruna Eduarda da Silva e Silva, de 22 anos. Segundo ela, tudo cooperou para a realização desse sonho. “Sinto que o UniSalesiano e, principalmente os professores, dão a devida importância que nossos sonhos merecem. Os docentes, antes de ensinarem o conteúdo, nos ensinaram a ser pessoas justas, éticas e mais humanas”, comentou.

Bruna, que se formou no final do ano passado, disse que, apesar da ansiedade e do medo em fazer a primeira vez a prova, se sentiu preparada por conta de sua dedicação nos estudos. “Acertei 61 questões na 1ª fase e tirei 8,90 na 2ª fase. Isso se deve a uma preparação a longo prazo, com a ajuda dos nossos docentes”, afirmou.

A jovem deseja atuar como um instrumento para a realização da justiça, principalmente para ajudar grupos vulneráveis dentro do mundo jurídico. “A injustiça existe, é frequente, e nós precisamos de pessoas dispostas e em posição de mudá-la”, salientou Bruna.

Justiça

Ler, questionar, aprofundar e não ficar na superfície diante de um assunto, ter a mente aberta para novas visões, ajudar com justiça e amor e, principalmente, estar ciente de que sempre será uma estudante: todos esses elementos levaram Anna Kathlen de Souza e Silva, de 22 anos, a decidir pelo Direito no UniSalesiano.

“É incrível olhar para trás e notar o quanto eu cresci durante esses cinco anos. Os profissionais do UniSalesiano exercem suas funções de forma eficaz e responsável. Tudo isso nos ajudou na caminhada até a aprovação no Exame da OAB”, disse.

Anna contou ser apaixonada pela magistratura e pretende buscar essa posição por meio de seus esforços e muito estudo. “Meu desejo é auxiliar a justiça sendo aquela que possui ‘jurisdição’, ou seja, direito de dizer o direito”, concluiu.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!