Oi, o que você está procurando?

Operação Covid

Fiscalização impede bingo e paralisa festa eletrônica em Araçatuba

Desde o início da operação, no dia 11 de dezembro, 299 estabelecimentos foram fiscalizados, 63 notificados e 23 autuados

A Operação Patrulha Covid-19, desencadeada pela Prefeitura de Araçatuba em parceria com a Polícia Militar para coibir aglomerações e verificar o cumprimento das regras do Plano São Paulo, impediu a realização de um bingo e paralisou uma festa eletrônica que estava sendo realizada ao lado do campo do Ferrinho, no Instituto Guerreiros da Cidadania, localizado atrás no pronto-socorro municipal. A equipe de fiscais, Guarda Municipal e Polícia Militar estiveram no local após denúncia. Os organizadores foram multados em R$ 710,00.

Desde o início da operação, no dia 11 de dezembro, 299 estabelecimentos foram fiscalizados, 63 notificados e 23 autuados, com multa de R$ 710,00. O disk-denúncia (números 153 e 3636-1240) recebeu 260 ligações.

A Vigilância Sanitária foi responsável pela fiscalização de 132 estabelecimentos, com cinco notificações e duas autuações por falta do uso de máscara. Os fiscais de postura, por sua vez, fiscalizaram 167 estabelecimentos, dos quais 58 foram notificados e 21 autuados.

Conforme a Prefeitura, após a multa, o estabelecimento que continuar descumprindo as regras sanitárias poderá ter o alvará cassado. Já os que foram notificados poderão ser autuados na próxima visita, caso não adotem as medidas solicitadas pelas equipes.

As equipes da vigilância sanitária e fiscais de postura estiveram também em shoppings, academias, bares, restaurantes e supermercados. A fiscalização vai continuar, segundo a Prefeitura.

Fase Laranja

A região de Araçatuba regrediu para a fase laranja do Plano São Paulo, por causa do aumento no número de casos e de óbitos. A reclassificação foi feita na sexta-feira (15) pelo Governo do Estado.

Na faixa laranja, todos os setores de comércio e serviços, incluindo academias e salões de beleza, podem funcionar. A exceção é o atendimento presencial em bares, que continua proibido.

Os estabelecimentos podem atender com 40% da capacidade, definida pelo AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), com funcionamento máximo de oito horas por dia e atendimento presencial somente até as 20h.

O uso de máscara continua obrigatório, assim como o distanciamento mínimo de um metro e meio entre as pessoas.

 

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!