Oi, o que você está procurando?

PLANO SP

Comerciantes de Araçatuba protestam contra restrições do governo de SP

Categoria critica decisão do governo, que irá fechar os estabelecimentos nos próximos dois fins de semana

Donos de bares, restaurantes, lojistas de shoppings e do comércio de rua fizeram, nesta sexta-feira (22), uma manifestação para protestar contra as medidas anunciadas hoje pelo governo de São Paulo, que preveem o fechamento destes estabelecimentos aos finais de semana dos dias 30 e 31 de janeiro e 6 e 7 de fevereiro.

Com faixas e cartazes, eles interditaram um dos sentidos da Avenida Brasília, a principal da cidade e criticaram a alteração. Apesar de a região de Araçatuba permanecer na fase laranja, as novas medidas valem para todo o estado, a partir da próxima semana.

O ato buscou chamar a atenção para estas categorias, já que, a partir de agora, eles ficarão praticamente impossibilitados de trabalhar. Hoje os estabelecimentos estão autorizados a funcionar durante oito horas por dia, até as 20h, com capacidade de 40%. A exceção passou a ser aos finais de semana, quando só poderão funcionar os serviços essenciais, como farmácias, supermercados e postos de combustíveis.

Durante a ação, os comerciantes exibiram faixas afirmando que os estabelecimentos também importam, argumentando que a categoria gera milhares de empregos e que precisa trabalhar.

Na coletiva, no Palácio dos Bandeirantes, o governo paulista disse que se sensibiliza com a economia, mas neste momento precisa tentar salvar vidas.

“Sem vida, não há economia. São Paulo não faz governo populista, governo condescendente, que cede a pressões e abandona o cidadão e abandona as pessoas que precisam deste apoio para continuarem vivas” afirmou o governador, João Doria.

Um novo protesto deve ser organizado em Araçatuba na semana que vem.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!