Oi, o que você está procurando?

Protesto

Caixas do Banco do Brasil de Araçatuba e Birigui paralisam atividades nesta sexta

Eles protestam contra a reestruturação do banco, que prevê o fechamento de 361 postos de atendimento e a demissão de cinco mil trabalhadores

Diretores do Sindicato dos Bancários pregam cartaz avisando os clientes da paralisação - Foto: Divulgação

Funcionários dos caixas do Banco do Brasil (BB) de Araçatuba e de Birigui cruzaram os braços nesta sexta-feira (29) em protesto pela “reestruturação” da instituição, que prevê o fechamento de 361 postos de atendimento e a demissão de cinco mil trabalhadores, incentivados por um plano de demissão voluntária (PDV). Eles voltam ao trabalho na segunda-feira (1º). Os demais funcionários não pararam. O público também pode recorrer aos vários serviços prestados pelos caixas eletrônicos.

A greve de um dia foi aprovada na manhã desta sexta-feira em assembleia, seguindo tendência nacional e orientação da Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb-SP/MS). O Sindicato dos Bancários de Araçatuba apoia o protesto.

Desde o dia 15 deste mês, o movimento sindical bancário tem feito manifestações de repúdio ao “plano de reestruturação” do BB. Se o plano vingar, Araçatuba perderá as agências das Ruas Floriano Peixoto (Centro) e Brasil (bairro São João).

Diretores do Sindicato dos Bancários de Araçatuba distribuíram uma carta aberta à população, que explica os motivos da paralisação e denuncia a “reestruturação”, que na verdade objetiva o desmonte de um banco público comprometido com o desenvolvimento econômico do País.

A “reestruturação” foi elaborada pelo presidente do BB, André Brandão, egresso da iniciativa privada, e tem o apoio de Paulo Guedes, ministro da Economia.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
ANUNCIANTE
23