Oi, o que você está procurando?

adolescente

Mulher denuncia estupro em centro de umbanda em Araçatuba

Segundo relatos do jovem, o homem abaixou sua roupa e praticou sexo oral. Depois de um tempo o pai de santo entrou no banheiro bastante exaltado e agrediu o companheiro dele e o jovem com tapas, sendo que o menino correu e fugiu do local

Uma dona de casa de 33 anos procurou a polícia na noite desta segunda-feira (16) para denunciar um caso de estupro que teria ocorrido em um centro de umbanda em um bairro rural na zona norte de Araçatuba no dia 4 de outubro, contra o filho dela, um adolescente de 14 a nos. Após o ocorrido, a família, segundo a vítima, passou a receber ameaças por telefone.

Ela declarou que frequentou o centro de umbanda e candomblé pelo período de um ano aproximadamente, tendo se afastado do local ao descobrir um episódio ocorrido com seu filho, de 14 anos, durante uma festa na casa do pai de santo.

Ele contou à polícia que seu filho ficava bastante na casa do acusado, pois ele tem amizade com o filho deste. No dia 4 de outubro, durante uma festa, ele relatou que saiu da piscina e foi ao banheiro em um barracão na parte externa da residência para se trocar e, na oportunidade, o companheiro do pai de santo, visivelmente alcoolizado, o empurrou para dentro do banheiro e fechou a porta.

Segundo relatos do jovem, o homem abaixou sua roupa e praticou sexo oral. Depois de um tempo o pai de santo entrou no banheiro bastante exaltado e agrediu o companheiro dele e o jovem com tapas, sendo que o menino correu e fugiu do local.

Na semana seguinte, o pai de santo foi até a casa do jovem e o pegou dizendo que o levaria a uma escola. No entanto, o jovem disse que foi levado um matagal onde teria sido ameaçado e forçado a dizer que ele havia se oferecido ao companheiro do pai de santo.

Após esses fatos a mãe do adolescente, um amigo que mora com ela e o adolescente se afastaram do centro, e passaram a receber ameaças por telefone. A mulher diz que vai fornecer à polícia as mensagens e áudios das ameaças, onde o pai de santo diz que vai acabar com a vida deles, além de fazer diversas ofensas. As vítimas manifestaram desejo de representar criminalmente contra os acusados. A Polícia Civil vai instaurar inquérito para investigar o caso.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!