Oi, o que você está procurando?

Interior de SP

Acidente que matou 41 pessoas em SP ocorreu por falta de freio

Segundo relato da empresa Star Turismo, dona do ônibus, que trafegava sem registro, a Covid-19 "atrapalhou renovação de documentos"

São Paulo – O proprietário e o motorista da transportadora Star Turismo, cujo ônibus que se dirigia para o município de Taquarituba e chocou-se com um caminhão, em um acidente que matou 41 pessoas na SP-249 na última quarta-feira (25/11), prestaram hoje depoimento à Polícia Civil.

A delegada responsável pelo caso, Camila Rosa Alves, informou que a versão do motorista e da empresa é de que o acidente ocorreu quando o motorista tentou frear o ônibus para evitar colisão com um veículo que ia à frente em velocidade reduzida.

“Ele [alega que] acionou o freio, que não funcionou. Para evitar a colisão, tirou o ônibus à esquerda”, contou a delegada ao Metrópoles, conforme o relato do motorista. Segundo ela, a história confirma a versão informal do caso, que já vinha sendo discutida.

Responsável pelo veículo, a empresa Star não apresentou a documentação, por falta de registros. “Ficaram de apresentar”, afirmou a delegada. “Eles confirmam em certo ponto a falta dos registros. Atribuem à Covid-19 não terem conseguindo a renovação”, afirmou.

A delegada aguarda laudo para saber se o motorista estava acima do limite de velocidade no momento do acidente. As vítimas do acidente foram veladas em um ginásio em Itaí (SP), município vizinho à região do acidente, e enterrados na quinta-feira (26/11).

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
ANUNCIANTE
23