Oi, o que você está procurando?

Região

Produtores rurais aprendem a fazer conservas de hortaliças

Curso está sendo realizado em Rubiácea por meio de parceria entre SIRAN, Sebrae ER Araçatuba, Senar-SP e prefeitura

Os alimentos em conserva vêm ganhando cada vez mais espaço nas prateleiras dos mercados. Isso ocorre principalmente por conta da praticidade dos produtos já prontos e preparados para o consumo, e, como se não bastasse, que duram mais tempo do que in natura.

É o caso do antepasto de berinjela, da conserva de abobrinha, do picles misto, do molho de pimenta, da pimenta em conserva etc. Estes são alguns dos produtos que 12 produtores rurais estão aprendendo a fazer em Rubiácea (SP), onde o SIRAN (Sindicato Rural da Alta Noroeste), o Sebrae ER Araçatuba (Escritório Regional), o Senar-SP (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e a prefeitura, realizaram em parceria o curso Processamento Artesanal de Olerícolas (hortaliças) – Calor, salga e desidratação.

Em 16 horas de duração, divididas em dois dias com oito horas/aula em cada um, os participantes recebem orientações sobre a escolha do local apropriado, higiene pessoal, do ambiente de trabalho, dos utensílios e equipamentos, características e tipos de farinhas, grãos e sementes, procedimentos adequados para alcançar os resultados esperados, e educação nutricional visando a promoção da alimentação adequada e saudável.

Vantagem em dupla

De acordo com a instrutora Roberta Zanoveli Rossini, a ação de capacitação é duplamente vantajosa para os participantes, pois, além de evitar desperdícios de produtos nas propriedades, possibilita geração de renda extra para o produtor rural. “E temos que destacar também a variação da dieta dessas pessoas, com o consumo dos produtos processados artesanalmente”, completa a instrutora.

A dona Isabel Pereira Batista conta que decidiu fazer o curso porque quer aprender novas receitas e, quem sabe, tirar um dinheirinho a mais no final do mês. “Eu gosto muito de picles e conservas. Vou fazer em casa e, se ficar bom, futuramente penso em vender”, diz Isabel.

A turma de Rubiácea conta com 12 participantes. Por causa da pandemia de Covid-19, são seguidas as orientações das autoridades de saúde, com o uso de máscaras, álcool em gel à disposição, materiais de estudo desinfetados, e distanciamento. Os participantes recebem gratuitamente material didático e certificado de conclusão.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!