Oi, o que você está procurando?

INVESTIGAÇÃO

Homem é espancado, enrolado em arame farpado e quase queimado vivo em Birigui

Um operário de 38 anos, morador no Recanto Verde, em Birigui, foi espancado, enrolado em arame farpado e quase foi queimado vivo em Birigui, na madrugada desta quarta-feira (21) por três homens que estavam em um veículo prata, possivelmente um Corolla. A vítima disse que é amigo do casal encontrado carbonizado dentro de um Ford Ka no último sábado (17), em um área rural entre Coroados e Birigui.

O operário relatou à polícia que por volta das 3h, estava no bairro Parque das Nações, em um local conhecido como “Lagoa”, cuja rua não sabe dizer o nome, consumindo “crack”. Três homens encapuzados chegaram no local e um deles se aproximou e perguntou à vítima se ela se lembrava dele.

Ainda sob efeito de droga, o operário disse que não se lembrava, mesmo porque o homem estava com o rosto coberto. Em seguida o acusado lhe disse que era a pessoa a quem teria “esfaqueado” tempos atrás. Com a ajuda dos outros dois homens, passou a espancar o operário com socos e chutes.

Durante as agressões, o homem que havia feito a abordagem da vítima pegou um pedaço de madeira e lhe desferiu um golpe na cabeça. A vítima ficou caída e, em seguida, os três indivíduos retiraram o cadarço de seu tênis e amarram suas mãos e pés. Depois ele foi enrolado em arame farpado e um dos agressores disse que ele iria morrer queimado “igual seus dois amigos”, fazendo referência ao casal Ely Carlos dos Santos e Ellen Priscila, cujos corpos foram encontrados carbonizados no interior de um veículo no último final de semana.

Enrolado em arame farpado, o operário foi colocado sobre um sofá velho que estava no terreno e fingiu que estava desacordado. Um dos agressores usou um isqueiro para atear fogo no sofá, e o bando fugiu em um carro prata que aparentava ser um Toyota Corolla. A vítima, percebendo que os autores tinham saído do local, se jogou no chão, conseguiu desamarrar uma das mãos e retirar o arame farpado que envolvia as suas pernas.

Ele correu para a sua casa e pediu ajuda para sua mulher, que acionou o resgate. O operário foi levado ao pronto-socorro mas acabou deixando a unidade hospitalar para ir até a delegacia registrar o boletim de ocorrência.

A vítima ficou com lesões nas pernas, nos braços, na cabeça e nas costas. Ele contou que em meados de julho do ano passado se desentendeu com um homem, sendo que desferiu golpes de faca contra ele, e acredita que possa ser um dos autores da agressão. Na época, seus amigos Ely e Ellen estavam presentes e viram quando agrediu o homem a facadas.

O corpo deste casal de amigos foi encontrado carbonizado dentro de um veículo Ford Ka, prata, encontrado incendiado na zona rural em um canavial em uma área de difícil acesso próxima a uma estrada que liga Birigui a Coroados.

Polícia identifica casal encontrado carbonizado em carro na zona rural de Coroados

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!