Oi, o que você está procurando?

mata leão

Menino de 10 anos denuncia ter sido vítima de estupro coletivo

Imagem Ilustrativa

A Polícia Civil de Potirendaba está investigando três casos de estupro de vulnerável contra um menino de 10 anos por pelo menos dois menores.

Os crimes foram denunciados no fim de agosto, mas a reportagem do sbtinterior.com teve acesso ao boletim de ocorrência nesta quarta-feira (23). Os crimes foram denunciados à polícia pela mãe do menino.

A mulher disse que o filho vendia tapiocas e pastéis nos comércios da cidade para ajudar a família, mas começou a apresentar um comportamento estranho no fim do mês passado.

Comportamento alterado

Durante uma tarde, o menino chegou em casa sem o dinheiro arrecadado com a venda dos produtos e sem os salgados, afirmando que não queria mais vender os alimentos.

À mãe, ele informou que outros meninos tinham roubado o dinheiro e comido os salgados. Após o relato, o menino começou a ter comportamento agressivo e chegou a acordar gritando durante algumas madrugadas, o que deixou a mãe preocupada.

Estupro e mata-leão

Ao ter mais uma conversa com o menino, ele acabou contando que, por três vezes, três menores, a mando de um adulto e dois jovens, obrigaram ele a entrar em um contêiner de uma construção e o estupraram.

Segundo a criança, ele chegou a ficar desacordado várias vezes porque foi agredido pelos menores com o golpe mata-leão.

Ainda de acordo com o menino, os “maiores” disseram que, caso ele contasse o caso a alguém, “estuprariam e matariam” a irmã dele, que tem menos de 10 anos.

Os suspeitos já foram identificados pela polícia e um inquérito para investigá-los está em andamento.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!