Oi, o que você está procurando?

Luiziânia

Trabalhador rural é preso acusado de tentar matar pedreiro a facadas

Motivo seria em virtude de a vítima dever uma quantia e gastar o dinheiro com bebidas

Um trabalhador rural de 21 anos foi preso em flagrante, na tarde de sábado (15), acusado de tentar matar a facadas um pedreiro, de 23. O caso ocorreu em Luiziânia (a 42 km de Penápolis), por volta das 13h. Ele confessou o crime.

De acordo com o boletim de ocorrência, policiais militares patrulhavam a cidade, quando foram acionados a comparecer na avenida Francisco Rossani, onde uma mulher relatou que uma pessoa estava querendo matar outra.

Ela ainda contou que populares levaram a vítima até um local conhecido como ‘Vila do Chaves’ e que o agressor tinha ido atrás. Os militares foram até lá, encontrando o trabalhador rural na frente de uma residência, segurando um facão em uma das mãos e, na cintura, uma faca.

Dívida

O pedreiro – que estava dentro da casa – abriu a porta para sair com a chegada dos PMs, quando o acusado tentou golpeá-lo na cabeça, mas não acertou. O acusado tentou entrar no imóvel, quando os policiais ordenaram que soltasse a faca e o facão, o que foi atendido.

Questionado, o trabalhador rural confessou que tentou matar o pedreiro, pois ele comprou uma corrente de ouro do acusado há algum tempo e, do valor, devia ainda R$ 170. O rapaz contou que não se conformava pelo fato da vítima não quitar a quantia e, ao mesmo tempo, usar o dinheiro para a compra de bebidas.

Ele relatou que foi convidado para ir a um churrasco e, quando chegou ao local, encontrou o pedreiro, que teria ameaçado que o mataria. O acusado, ao ouvir isso, saiu do local e foi até a casa dele buscar a faca e o facão, que foram apreendidos.

O jovem foi levado ao plantão policial de Penápolis para prestar esclarecimentos. Após ser ouvido, foi encaminhado para a cadeia local, estando à disposição da Justiça.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!