Oi, o que você está procurando?

prisão preventiva

Acusado de matar desempregado por causa de pipa é preso pelo Baep em Birigui

O ajudante de pedreiro Agenor Lúcio dos Santos Neto, 34 anos, foi preso na noite desta quinta-feira no bairro Colinas, em Birigui, por uma equipe do 12º Baep (Batalhão de Ações especiais de Polícia). Ele estava sendo procurado pela Justiça acusado de ter matado a tiros, no dia 6 de junho, o desempregado Thiago Gonçalves Thomaz, 23 anos, após uma discussão e briga por causa de pipa, em Tupã, na região de Marília.

Policiais militares tinham a informação de que o procurado estaria residindo na rua Adelino Cattarin, no bairro Colinas, em Birigui. No início da noite desta quinta-feira, ao passarem pelo local, eles viram o carro de Santos em frente à casa, e cercaram a residência, conseguindo localizar e capturar o ajudante de pedreiro.

Ele estava com a prisão preventiva decretada pela Justiça de Tupã, acusado pelo crime de homicídio qualificado, por motivo fútil. O crime, conforme a polícia, foi no dia 6 de junho, em Tupã, motivado por uma briga por causa de pipa, conforme relato da própria vítima enquanto era atendida na Santa Casa da cidade, logo após os fatos.

O desempregado chegou a contar à polícia que o acusado estava soltando uma pipa que teve a linha cortada. Ele ficou nervoso e partiu para cima da vítima, e ambos trocaram socos. A vítima correu em direção a um ferro velho e foi seguida pelo acusado, que disparou vários tiros. Um deles acertou Thomaz no antebraço e outro na coluna. A vítima passou por atendimento em Tupã e teve de ser encaminhada para Marília, para realização de cirurgia, mas não resistiu.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
56