Oi, o que você está procurando?

estatística

Estado termina o semestre com queda nos roubos e furtos em geral e de veículos

Os indicadores de estupros, roubos de carga e extorsão mediante sequestro também tiveram queda no período

Imagem ilustrativa

O Estado de São Paulo terminou o primeiro semestre de 2020 com redução nos roubos e furtos em geral e de veículos e nos roubos de carga. As extorsões mediante sequestro e os estupros também caíram.

Nos roubos em geral a redução foi de 8,3% ou de 10.444 casos em números absolutos. Foram 116.084 roubos no primeiro semestre deste ano, contra 126.528 em igual período do ano passado.

No indicador de roubos de veículos, a queda foi ainda mais acentuada (-31,4%). Foram 16.222, ante 23.658 – 7.436 a menos. É a primeira vez na série histórica, iniciada em 2001, que o total fica abaixo de 20 mil.

Na comparação semestral também houve diminuição de 16,7% nas ocorrências de roubos de carga. A quantidade passou de 3.536 para 2.945, ou seja, 591 a menos. Já os roubos a banco oscilaram de 11 para 14.

Além de redução na maioria das modalidades de roubo, o Estado registrou queda nos furtos em geral e de veículos, que recuaram 26,6% e 27%, respectivamente. No primeiro, o total passou de 271.311 para 199.219. No segundo, de 45.334 para 33.101 – ambos são os menores totais da série.

Outros indicadores

Com recuo de 14,9%, os estupros passaram de 5.960 para 5.071, se comparado os primeiros seis meses de 2019 com igual período de 2020. Já as extorsões mediante sequestro recuaram de seis para quatro.

No primeiro semestre foram contabilizados 93 casos e 95 vítimas de latrocínios, contra 87 casos e 91 vítimas em igual período de 2019. Os casos de homicídios subiram de 1.394 para 1.460 e as vítimas de 1.465 para 1.522.

Apesar das variações, as taxas de mortes intencionais dos últimos 12 meses (de julho de 2019 a junho de 2020) caíram para 6,37 casos e 6,64 vítimas de homicídios a cada grupo de 100 mil habitantes. São as menores da série.

Produtividade

O trabalho realizado pelas três polícias estaduais de janeiro a junho deste ano resultou em 74.526 prisões. No período, 5.894 armas de fogos foram retiradas das ruas e 20.770 flagrantes de tráfico de drogas foram registrados.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
43