Oi, o que você está procurando?

Araçatuba

Comerciante é acusado de pagar e oferecer mercadorias para passar a mão em meninas

Imagem ilustrativa

Mensagens no WhatsApp levaram a mãe de uma adolescente a procurar a polícia para denunciar um comerciante de Araçatuba (SP) por suposto abuso sexual. O boletim de ocorrência de estupro de vulnerável e  favorecimento da prostituição ou outra forma de exploração sexual de vulnerável foi registrado na tarde deste sábado no plantão policial da cidade.

De acordo com o B.O., a mãe da adolescente chamou a Polícia Militar após descobrir troca de mensagens no celular da filha entre a adolescente e um comerciante, dono de um estabelecimento comercial no bairro Nossa Senhora Aparecida.

Conforme a mãe, as mensagens deixam claro que o comerciante oferecia mercadorias e pagava certa quantia em dinheiro para passar as mãos nas pernas da filha, de apenas 15 anos, e que os fatos ocorriam no estabelecimento do averiguado.

De acordo com o relato da mãe, outras duas amigas da adolescente de 13 anos e 16 anos também teriam recebido benefícios e dinheiro para deixar o comerciante acariciá-las.

Ainda de acordo com a mulher, o acusado pagava R$ 10 por cada passada de mão nas pernas das meninas e, conforme uma das mensagem no WhatsApp, ele chegou a oferecer R$ 500 para lamber as pernas das adolescentes. A polícia vai apurar se o fato foi consumado.

A mãe da adolescente alertou as outras duas mães sobre o conteúdo das mensagens, o qual foi apresentados à polícia. O caso será apurado pela DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Araçatuba. O comerciante deverá ser intimado nos próximos dias. Nomes e endereços não foram divulgados para preservar as vítimas.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
39