Oi, o que você está procurando?

POLÍTICA

Campanha virtual: Redes sociais viram palanques

Entre likes e haters (pessoas que postam comentários de ódio ou crítica), as eleições municipais deste ano tendem a ser mais virtuais que as anteriores por causa da pandemia da covid-19. Adiada para novembro, a escolha dos futuros prefeitos e vereadores terá na internet um meio estratégico para partidos e políticos chegarem até aos eleitores.

Levantamento realizado pela Folha da Região com os presidentes dos principais partidos em Araçatuba, mostra que as legendas estão muito propensas a partir para o corpo a corpo virtual.

O presidente do PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) em Araçatuba, Erik Carneiro, afirma que a legenda já está usando as redes sociais, mas, por enquanto, mais no intuito de orientação aos candidatos “Estamos utilizando plataforma zoom para cursos e reuniões, evitando assim, o contágio pelo coronavírus”, afirmou.

Carneiro diz, ainda, que o partido cogita criar uma estrutura própria e profissional para a atuação nas redes sociais durante a campanha eleitoral, que começa efetivamente depois das escolhas dos candidatos nas convenções, mas no momento avalia que esteja sendo viável a utilização do ITV (Instituto Teotônio Vilela), órgão de formação política do PSDB, que promove eventos, seminários e cursos.

Anunciante

“Já foram realizadas palestras sobre legislação eleitoral, comunicação política, marketing político e mídias digitais”, disse ele, que considera a internet como uma aliada para divulgação de nomes e ideia. Carneiro enfatiza, ainda, que é importante que as regras sejam claras para evitar ataques injustos por meio de fale news.

LIVES

O PT (Partidos dos Trabalhadores) também pretende utilizar as redes sociais com boa regularidade durante a campanha. De acordo com o presidente da legenda em Araçatuba, Fernando Zar, os pré-candidatos já estão fazendo lives.

“Com a pandemia não imagino como vai ser esta eleição. Embora tenhamos as mídias sociais, a maioria tem dificuldade de acesso e a internet também é ruim”, afirmou Zar, que destacou que o PT está muito preocupado com a questão da legalidade para nortear suas ações.

Anunciante

LEGISLAÇÃO

O diretório araçatubense do PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro) também pretende estruturar com uma área específica para divulgação das atividades políticas nas redes sociais. Segundo o presidente Teucle Manarelli, o partido ainda não está usando as redes sociais, mas pretende utilizar durante a campanha. “Pretendemos nos estruturar com uma área específica para divulgação das atividades políticas nas redes sociais, rigorosamente dentro da legislação”, declarou Teucle.

CONEXÃO

O pastor João Carlos Fávaro, presidente local do partido Progressista disse que os correligionários locais estão conectados diretamente com o diretório estadual, que inclusive recentemente criou um grupo de WhatsApp com todos os presidentes de partidos do Estado de São Paulo.

Anunciante

“Consideramos importantíssimas essas informações, pois também temos o nosso grupo local de WhatsApp, onde nos relacionamos com os pré-candidatos a vereador, justamente repassando essas informações recebidas, bem como, acontecimentos políticos que consideramos importantes para o grupo e para a cidade”, destaca Fávaro.

ALIADA

O PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) tem investido bastante nas redes sociais. De acordo com o presidente do diretório local, Fred Wilson, o uso da internet será intensificado na campanha, dentro dos limites da lei. “Hoje já utilizamos para divulgar ideias e nossos projetos”, afirmou Fred.

O presidente do diretório araçatubense do Cidadania, Lázaro Eduardo Pereira, o Lazim, destacou que nesta fase de organização das candidaturas, a internet já tem sido uma grande aliada. Ele projeta o uso intenso da ferramenta também durante a campanha.

Anunciante

“Hoje já temos tido reuniões locais, estaduais e nacionais por meio de videoconferência. Conseguimos, assim, criar um sistema de formação política e de mobilização que respeitam as regras do isolamento social”, disse ele. Para Lazim, também é importante que as regras de uso das redes sociais sejam claras para que a democracia seja exercida sem excessos e percalços.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!



Anunciante