Oi, o que você está procurando?

POLÍTICA

Vereadores de Araçatuba convocam secretária de Saúde para prestar esclarecimentos sobre a pandemia

Secretária deverá comparecer à Câmara até a terceira sessão subsequente à aprovação do requerimento, que cairá no dia 29 de junho e é a última sessão antes do recesso da Casa

Parlamentares consideraram oportuna a convocação para a secretária esclarecer quais ações o município têm feito no enfrentamento à covid-19 - Foto: Angelo Cardoso/Câmara Municipal

Por 13 votos a 1, os vereadores de Araçatuba aprovaram, nesta segunda-feira (8), a convocação da secretária municipal de saúde, Carmem Guariente para ir à Câmara prestar esclarecimentos sobre as ações do município no enfrentamento da pandemia de covid-19. Ela deverá comparecer ao Legislativo na sessão do dia 29 de junho, a última antes do recesso, que começa em 1º de julho.

O autor do requerimento de convocação, vereador Flávio Salatino (PV), disse que a população quer saber os números de investimentos, leitos disponíveis no município e o que está sendo feito para o combate ao novo coronavírus. “Não é politicagem, o que eu quero é discutir saúde”, argumentou, ao rebater o que disse o líder de governo na Câmara, Dr. Jaime (PSDB), que afirmou que o momento não era oportuno para a convocação.

O vereador Denilson Pichitelli (PSL) disse que assinou o requerimento para convocar a secretária devido ao momento crítico vivido por causa da covid-19. “A secretária não esclarece para a população o que está sendo feito. É pertinente a vinda dela para levar informação aos moradores de Araçatuba”, afirmou.

O requerimento foi apresentado durante a sessão para que tivesse tempo hábil de a secretária comparecer ao Legislativo antes do recesso parlamentar. A partir da aprovação, ela tem até a terceira sessão subsequente para ir à Câmara, o que significa que o prazo é até 29 de junho. O ofício com a convocação será encaminhado nesta terça-feira (8).

CONTRÁRIA

A vereadora Tieza Lemos Marques (PSDB) foi a única a votar contra a convocação. “Nunca foi muito adepta à convocação de secretários. O formato dessas audiências fica muito engessado e muitas vezes a gente não consegue fazer as perguntas que a gente gostaria. Estamos no meio de uma pandemia, mas as pessoas podem se contaminar por nós. Temos que tomar todas as precauções e cuidados”, disse.

Ela também argumentou que a secretária esteve na Câmara em audiência de prestação de contas da saúde, mas nenhum vereador compareceu, e acabou sendo rebatida pelo vereador Flávio Salatino, que disse ter acompanhado parte da audiência, mas teve um problema técnico e acabou ficando sem internet.

GOVERNO

O vereador Professor Cláudio (PMN) também rebateu a presidente da Casa, que participou da sessão remotamente. “Vossa excelência disse que não é adepta a convocar secretário, mas votou todos os requerimentos a favor de convocação de secretário na gestão do Cido Sério. Eu era líder do governo na época. Não é porque mudou o governo agora que vai mudar a questão. Vossa excelência não é a favor da convocação só na gestão do prefeito de seu partido”, disse.

Outro ponto rebatido por Professor Cláudio foi que a audiência pública da qual a secretária participou foi exclusivamente para a prestação de contas de gastos com a saúde, não para discutir a pandemia no município.

Votaram a favor da convocação da secretária os vereadores Flávio Salatino (PV), Lucas Zanatta (PV), Professor Cláudio (PMN), Beatriz (Rede), Arlindo Araújo (MDB), Cido Saraiva (MDB), Almir (PSDB), Carlinhos do Terceiro (Cidadania), Denilson Pichitelli (PSL), Rivael Papinha (DEM), Dunga (DEM), Dr. Jaime (PSDB) e Dr. Alceu (PSDB). O vereador Gilberto Batata Mantovani (PL) não votou porque estava presidindo a sessão.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!