Oi, o que você está procurando?

ESTATÍSTICA

Estado reduz roubos e furtos em geral e de veículos em maio

Casos e vítimas de latrocínios e ocorrências de estupros também caíram

O Estado de São Paulo terminou o mês de maio com quedas nas modalidades de roubos e furtos em geral e de veículos e roubos de carga. Os latrocínios, extorsões mediante sequestro e estupros também caíram.
Os roubos em geral caíram 28,5% em maio deste ano, com 15.285 ocorrências. No mesmo mês do ano passado foram registrados 21.390 casos, o que representa uma queda de 6.105 boletins de ocorrência desta natureza. O número é o menor da série histórica, iniciada em 2001.
Nos roubos de veículo a redução foi ainda maior. Com recuo de 51,3%, o indicador passou de 4.089 para 1.992. Em números absolutos foram 2.097 a menos, sendo que o total também é o menor da série histórica do período.
A tendência se estendeu para os roubos de carga, que diminuíram 24,3% ou 138 ocorrências. A quantidade passou de 568 para 430, se comparado os meses de maio de 2019 e 2020. Já os roubos a banco subiram de um para três.
Os furtos em geral reduziram 49% no quinto mês de 2020, em relação a maio de 2019. Com uma diferença de 22.847 casos, o número passou de 46.625 para 23.778. Nos furtos de veículo o recuo foi de 43,8%, já que o total passou de 8.052 para 4.525. Ambos os indicadores alcançaram a menor marca da série.
Outros indicadores
As ocorrências e vítimas de latrocínios apresentaram reduções no quinto mês de 2020, em relação a igual período do ano anterior. Os dois indicadores passaram de 15 para dez – uma queda de cinco ocorrências. Ambas as quantidades são as menores da série histórica.
No mês de maio, os estupros reduziram 37,9%, passando de 1.078 para 669 – uma diferença de 409 ocorrências. A tendência se estendeu para o indicador de extorsões mediante sequestro que ficou zerado no mês passado, após um boletim ter sido contabilizado no quinto mês de 2019.
Os homicídios dolosos oscilaram de 214 para 226 e a quantidade de vítimas deste crime de 223 para 236. As taxas dos últimos 12 meses (de junho de 2019 a maio de 2020) ficaram em 6,37 casos e 6,64 vítimas a cada grupo de 100 mil habitantes – são os menores para o período.
Produtividade
 O trabalho das polícias paulistas, no mês de maio, no Estado, resultou em 10.950 prisões e na apreensão de 1.089 armas de fogo ilegais. Também foram registrados 3.891 flagrantes por tráfico de entorpecentes.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!