Oi, o que você está procurando?

Saúde

Cuidar dos olhos é tão essencial quanto limpar as mãos para evitar a covid-19

No Dia do Oftalmologista (07/05), especialista do Hospital do Olho fala sobre desafios dos profissionais para conter avanço da pandemia, já que a superfície ocular é uma via de transmissão do vírus

Durante esta quarentena de prevenção à Covid-19, passear, fazer compras no shopping, encontrar e abraçar os amigos já não são atividades corriqueiras.

No Dia do Oftalmologista, comemorado neste 7 de maio, outra medida de prevenção a se destacar é o cuidado com os olhos, pois a superfície ocular é uma importante via de transmissão do novo coronavírus, além do mais, a conjuntivite pode ser um dos sintomas apresentados pela doença.

Coçar os olhos é ato que deve ser abolido. Portanto, não levar as mãos à mucosa dos olhos, à boca e ao nariz é tão importante quanto o distanciamento social. Mas pouca gente se atenta ao fato de que usar lentes de contato, por exemplo, pode aumentar o risco de contágio.

De acordo com a oftalmologista Ana Carolina Capelanes, do Hospital do Olho de Araçatuba (SP), usar óculos é mais seguro para evitar a infecção.

“Existem várias etapas antes de colocar a lente de contato, pois a pessoa toca em vários lugares, como na embalagem do soro, no suporte, na própria lente. Todo esse percurso pode levar uma mão contaminada para a mucosa do olho. Neste período de pandemia o melhor a fazer é usar óculos”, indica.

De acordo com a especialista, o procedimento para o uso deve ser: lavar, secar e enxugar as mãos; pegar a lente do estojo e lavá-la com a solução própria de limpeza; e, enfim, encaixar a lente no olho. Apenas neste percurso descrito, a mão passa por vários locais, sendo que se algum deles estiver infectado com o vírus, o contágio pode ser direto.

“É importante frisar que a superfície ocular é também um fator de risco. Hoje, sabemos que ela contagia. A principal coisa que a gente indica é não botar as mãos no rosto, por conta disso”, ressalta Ana Carolina.

Higiene redobrada

De acordo com as autoridades de saúde, um dos sintomas que alertam para a Covid-19 é a conjuntivite. Inclusive, muitas pessoas já atingidas pelo problema apresentavam esse quadro de inflamação, como observado em Wuhan (China), onde muitos pacientes infectados pelo novo coronavírus também tinham o problema na visão.

O contágio também pela superfície ocular fez com que os atendimentos oftalmológicos fossem reduzidos para um esquema de apenas urgências em todo o país e aos poucos o atendimento agendado está retornando, com todos os cuidados necessários para se evitar o contágio.

A oftalmologista do HO explica que este momento de atenção com a higiene vai reeducar pessoas que não tomavam tantos cuidados. “Penso que depois do coronavírus as terão mais consciência em relação à higiene”, pontua.

Trabalho diário

A oftalmologista convive com diversas doenças oculares infecciosas, que apresentam manifestações em outras partes do organismo. A ceratoconjuntivite epidêmica, um tipo de conjuntivite que afeta a córnea e a conjuntiva, é a principal causa de conjuntivite infecciosa no mundo, por exemplo.

Ela é causada por adenovírus e está frequentemente associada a quadros gripais. Uma das principais características das conjuntivites causadas por vírus é a sua transmissibilidade.

Existem diversos surtos históricos no Brasil de conjuntivites que se espalharam de maneira assombrosa por diversos estados. “Embora não seja de notificação obrigatória, esse comportamento fez com que nós, oftalmologistas, já estejamos muito familiarizados com as práticas de proteção individual dos pacientes e dos demais profissionais de saúde”, lembra Ana Carolina.

“A pandemia marca um momento de transformação. Mesmo fisicamente separados, estamos em uma fase em que a união é mais importante do que nunca. Juntos, sairemos mais fortes e mais preparados, apesar das perdas irreparáveis. Temos que nos apoiar nesta situação de crise que afeta a nós e a nossos entes queridos. Isso vale para todos”, finaliza.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
30