Fique Ligado!

Oi, o que você está procurando?

SOLIDARIEDADE

Antes de fechar fábrica, empresário produz 4 mil máscaras de proteção a colaboradores e idosos

Empresário Carlos Mestriner, da Klin, decidiu colaborar antes de colocar a empresa em quarentena, que segue até o dia 13 de abril em função do coronavírus

Ideia surgiu porque as máscaras estão escassas no mercado. peças foram produzidas com tecido respirável usado para fabricação de tênis

Após ter feito um apelo pela manutenção dos empregos por causa do fechamento provisório das indústrias calçadistas de Birigui em função da pandemia de Covid-19, o empresário Carlos Mestriner, proprietário da tradicional Klin, que produz calçados infantis, decidiu realizar um ato humanitário antes de paralisar as atividades de sua empresa: produziu 4 mil máscaras, produtos em falta no mercado, utilizados na proteção ao Covid-19, o coronavírus.

A produção contou com a colaboração de 40 funcionários da unidade da Klin de Birigui. Eles produziram as máscaras em tempo recorde, com material que havia em estoque na empresa, tecidos respiráveis que são usados para a fabricação de tênis.

Máscaras foram produzidas com tecido respirável que é utilizado na fabricação de tênis

Ao se manifestar, na semana passada, sobre o decreto da Prefeitura de Birigui que determinava o fechamento das mais de 300 indústrias de calçados como forma de conter o avanço do Covid-19, Mestriner já havia dito que iria produzir as máscaras como forma de ajuda humanitária. “Considerando a escassez das máscaras no mercado, reafirmamos nosso compromisso com a comunidade e a sociedade, espalhando amor e empatia neste momento que exige união, calma e respeito”, afirmou o empresário.

Para conter a rápida propagação do vírus, a distribuição das máscaras começou a ser feita na terça-feira (24), para os colaboradores da empresa e seus familiares. Também receberam as máscaras instituições que cuidam de idosos, como Vó Tereza (300 máscaras); Lar do Vovô (200); Lar São João (100), estas três em funcionamento em Birigui; e ainda o Lar do Vovô (100 máscaras), de Brejo Alegre.

Com cerca de 12 mil colaboradores, as mais de 300 indústrias calçadistas de Birigui começaram a suspender suas atividades a partir de sexta-feira (20), após decreto publicado pela Prefeitura determinando a quarentena como forma de prevenção à Pandemia do Covid-19.

Leia também:   Câmara de Araçatuba volta aos trabalhos nesta segunda com sessão remota

Todo o setor produtivo deverá paralisar seus negócios até o dia 31 de março, seguindo com a paralisação até 13 de abril. O período pode ser prorrogado conforme as diretrizes as autoridades de saúde e a evolução da pandemia.

Na ocasião, o empresário Carlos Mestriner, proprietário da Klin, fabricante de calçados infantis, disse que o momento é delicado e de muita apreensão, mas é preciso ter serenidade para preservar vidas e manter as empresas. A Klin possui unidades em Birigui, Gabriel Monteiro, Penápolis e Três Lagoas (MS), com 2,5 mil trabalhadores. Ele também pediu aos colegas empresários que não demitissem seus colaboradores. “Não é o caminho demitir em massa. Não façam isso, gerem mais problema à população que já está sofrendo com esta situação de pandemia”, afirmou.

Anunciante
Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!

Mais lidas – 24H



pandemia

O número de casos positivos de Covid-19 passou de dois para cinco em Araçatuba, segundo a última atualização feita pela Vigilância Epidemiológica do município,...

Dá pra acreditar?

Os pais de um casal de gêmeos, nascidos em meio a pandemia do novo coronavírus, decidiram batizar os filhos de Corona (a menina) e...

OPORTUNIDADE

A Nikon liberou nesta quinta-feira (02/04) uma série de videoaulas gratuitas em seu site oficial, que ficarão disponíveis todo mês de abril. Com duração...

combate ao coronavírus

O Ministério da Saúde divulgou nesta quinta-feira (2) um manual que indica como a população pode fazer máscaras de tecido. “Além de eficiente, é...

COVID-19

O prefeito de Penápolis, Célio de Oliveira (sem partido) publicou, nesta quinta-feira (2), um decreto que proíbe a entrada de mais de uma pessoa...

prisão temporária

Três rapazes de General Salgado acusados de um assalto no dia 26 de março em uma residência no bairro Ipanema, em Araçatuba, foram presos...

JOGADOR

Após ser criticado por uma aparente falta de esforço em ajudar no combate ao coronavírus no Brasil, Neymar decidiu agir. O jogador irá doar...

RIO DE JANEIRO

Sete pessoas da mesma família foram curadas da covid-19, após ficarem em total isolamento em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. No Estado, o...

calote

Um comerciante de 75 anos sofreu ferimentos na cabeça após uma briga com a namorada, uma vizinha de 20 anos com quem, segundo ele,...

COVID-19

O segundo caso mundial de um gato diagnosticado com a Covid-19 foi registrado em Hong Kong, de acordo com a autoridade de bem estar...

COVID-19

Após deletar duas postagens feitas pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), – ambas consideradas prejudiciais ao combate à pandemia de coronavírus no...

ESPERANÇA

Dona Dulce Coelho, de 84 anos, já está bem, em fase final de recuperação da COVID-19. A idosa foi o primeiro caso confirmado em...

Anunciante
Anunciante
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998