Oi, o que você está procurando?

COVARDIA

Investigado por furto é acusado de agredir a esposa com corrente, além da mãe e a filha de sete anos

Um desempregado de 44 anos, que já tem várias passagens pela polícia, principalmente por assalto, lesão corporal tentativa de homicídio e violência doméstica, está sendo acusado de agredir a esposa utilizando uma corrente, e também de agredir fisicamente a mãe, uma pensionista de 66 anos e a filha, uma criança de apenas sete anos.

Policiais civis da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) foram até a casa deste desempregado, na rua Barão do Triunfo, no bairro Paraíso, para cumprir um mandado de busca e apreensão, porque ele a esposa, uma doméstica de 28 anos, estão sendo investigados pelo crime de furto.

Chegando no local, o acusado conseguiu fugir pulando o muro dos fundos da casa, e deixou no local a criança sozinha. Enquanto cumpriam o mandado de busca os policiais encontraram diversos objetos de procedência duvidosa na casa.

A esposa dele chegou e os policiais perceberam que ela estava com ferimentos no rosto, vários hematomas pelo corpo e inclusive marcas de corrente nas costas. Ela confirmou que havia sido agredido pelo companheiro. O desempregado também agrediu a filha, que havia urinado na roupa, de medo. Ainda de acordo com a esposa, o homem também vem agredindo sua mãe, uma pensionista que passa por tratamento de câncer.

No início do ano o homem já havia sido preso por ter agredido a esposa. Ela havia conseguido uma medida protetiva mas acabou pedindo a anulação, e desta vez alegou que foi devido a ameaças que estava sofrendo pelo marido.

A mulher foi levada para a delegacia, foi ouvida no inquérito onde é suspeita de furtos e depois registrou boletim de ocorrência devido às agressões que havia sofrido pelo marido, e foi liberada em seguida. O homem não foi encontrado.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!